Piauiense – Picos
28 de janeiro de 2013
Categoria: 4-3-3

Representante da cidade de Picos, do qual herdou o nome,
a Sociedade Esportiva Picos teve fundação no ano de 1976, tendo conquistado até
então 4 títulos da primeira divisão do campeonato estadual, sendo todos eles na
década de 90, auge do clube. O Picos também tem um título da segunda divisão
estadual, conquistado no ano de 2007.

Em 2016 o Picos acabou ocupando a 4ª colocação, que não
foi de todo mal, mas também não rendeu sequer uma vaga para o Zangão. Para
conquistar uma vaga na Copa do Brasil ou na Copa do Nordeste, é necessário que
se termine entre os 2 primeiros do campeonato piauiense. Para voltar a disputar
a quarta divisão do futebol nacional em 2018, o Picos também deve ficar entre
os 2, a não ser que já haja algum clube garantido em alguma divisão nacional e
que acabe entre os 2, o que faria a vaga sobrar para o terceiro colocado.
Time do Picos para a disputada da temporada (Foto: Arquivo Pessoal/Guilherme Adolfo)
Para que em 2017 os objetivos sejam alcançados e o tabu
de 18 anos sem vencer o campeonato estadual seja quebrado, o Picos conta com o
treinador Nivaldo Lancuna em seu comando técnico. O treinador foi anunciado no
fim de 2016 e tem em seu currículo um grande trabalho no futebol do Piauí, a
frente do Altos, onde pegou o clube na segunda divisão estadual, subiu como
campeão e chegou até as oitavas de final da Série D.
O time base comandado por Lancuna para a temporada é
composto por: Amaral; Jean, Júnior Soares, Alenilson e Neguinho Paraíba;
Guilherme Pitbull, Fred e Idelvando; Candinho, Lucas Guma e Raphael Freitas.
O Zangão foi o primeiro clube do interior do estado a
conquistar um campeonato estadual, fato que ocorreu em 1991. Depois disso,
venceu o campeonato de 1994 e conquistou um bicampeonato em 1997 e 1998. Depois
disso, bateu na trave duas vezes, ficando com os vice-campeonatos de 2008 e
2009. Como participações em campeonatos nacionais, o Picos acumula quatro
aparições na Copa do Brasil, sendo a última em 2010, uma Série B, no ano de
1992, e quatro vezes apareceu entre os participantes da Série C, com o último
ano sendo o de 2008.
Buscando se firmar novamente entre os principais clubes
do estado, o ano de 2017 aparece como muito importante para o Zangão, que quer
fazer de seu estádio, o Helvídio Nunes de Barros, um alçapão, sendo uma das
armas para chegar longe na competição, visando o título.
Avatar
Postado por Lucas Araujo