Palmeiras x São Paulo no Allianz Parque, goleada na certa?
30 de outubro de 2019
Categoria: 4-3-3

(Foto por Miguel Schincariol/Getty Images)

Mais uma noite de choque-rei no Allianz Parque, mais uma vitória acachapante do Palmeiras sobre o São Paulo. O clássico que antes era marcado pela supremacia tricolor, hoje conta com uma verdadeira freguesia. Principalmente se o jogo for realizado na casa dos verdes. Já são 19 gols sofridos em sete jogos.

  • O Jogo

Na noite de hoje, o resultado já começou a se edificar no início do jogo. Bruno Henrique, capitão artilheiro, deixou o seu tento anotado antes dos 10 minutos. Durante todo o primeiro tempo, o São Paulo se manteve com a posse de bola e o alviverde comandado por Mano Menezes retraído.

Mesmo com quase o dobro de passes trocados pelos tricolores do Morumbi, a falta de objetividade do time de Fernando Diniz dificultou a criação de jogadas que assustassem o Goleiro Weverton. Daniel Alves, responsável por quase toda a criação do São Paulo, foi bem marcado, e acabou não aparecendo com grande destaque no jogo.

Pelo lado do Palmeiras, o estilo reativo favoreceu os volantes da equipe, que participaram bastante, tanto com desarmes, quanto na criação das jogadas. Tamanha foi a importância de Melo e Bruno Henrique, que o segundo gol saiu exatamente da cabeça do camisa 30 alviverde, em escanteio cobrado por Dudu, Tiago Volpi não conseguiu por barreiras entre a bola e a rede.

No segundo tempo, Diniz tirou o volante Luan, deixando apenas Tchê Tchê com as funções defensivas. O cenário não se alterou muito. São Paulo se manteve com a bola, sem muita agressividade, e o Palmeiras seguiu esperando por espaços e quando recuperava a posse, acelerava.

Até que eram 57  minutos de jogo jogados, quando Zé Rafael roubou a bola no meio-campo,  acelerou e pegou a defesa do São Paulo exposta, passou para Gustavo Scarpa, que finalizou muito bem, fechando o placar no Allianz Parque.

Depois disso, a porcentagem da posse de bola aumentou para os tricolores, terminando com 69%, mas chances criadas foram poucas. Já no lado verde da força, mesmo com apenas 31%, o time de Mano Menezes conseguiu chutar o dobro de vezes a gol. (8-4). Esse número deve preocupar bastante os torcedores são paulinos, já que não é a primeira partida que isso acontece. Aliás, têm sido uma constante no trabalho de Diniz.

São sete jogos do São Paulo no Allianz Parque contra o Palmeiras. Seis derrotas e um empate. Não é este ano que os tricolores conseguirão vencer o verde em sua casa.

Mas além disso, outra questão fica pendente. Será que esse início de trabalho de Diniz agrada os torcedores são paulinos?

Postado por Igor Varejano 19 anos. Estudante de Jornalismo. Do interior de São Paulo, morando em Minas. Vivo em ódio por amar o Palmeiras e o Liverpool. Futebol é o que move a humanidade. Bom, pelo menos a minha. twitter.com/varejanoiu