Cearense – Ceará
28 de janeiro de 2013
Categoria: 4-3-3

Maior
campeão cearense, o Ceará Sporting Club entra bastante motivado e ao mesmo
tempo pressionado na busca pelo seu 44º título da competição, visto que vem de
uma má campanha na temporada de 2016, onde foi 5º colocado e acabou ficando de
fora da Copa do Nordeste 2017, além de ter visto seu maior rival Fortaleza
vencer o estadual pela segunda vez seguida.

Visando
quebrar o não tão grande, porém já incômodo jejum de dois anos sem conquistar o
título do campeonato cearense, o Vozão terá um 2017 de muitas mudanças em
relação ao ano anterior. Sendo comandado pelo catarinense Gilmar Dal Pozzo, o
alvinegro de Porangabuçu optou por uma grande renovação no elenco, onde apenas
10 atletas da temporada anterior permaneceram e 11 contratações foram feitas
até agora, com destaque para o retorno de dois ídolos da torcida alvinegra, o
meia Ricardinho e o veterano atacante Magno Alves.
As
mudanças do Vovô não se restringem apenas ao elenco de jogadores e comissão
técnica, mas também abrange a diretoria do clube. Após a má temporada de 2016, Robinson
de Castro, presidente do Ceará desde a segunda metade de 2015, optou por fazer uma
reformulação em praticamente toda a diretoria executiva alvinegra.
Em 2014 o Ceará foi campeão cearense pela última vez (Foto: Divulgação/CearáSC)
Mesmo
não conquistando a taça do estadual desde 2014, quando bateu o Fortaleza na
final e se sagrou tetra campeão, o alvinegro é apontado por muitos como
favorito por ser o time cearense melhor colocado no cenário nacional
atualmente, sendo o único do estado na Série B. Porém, curiosamente, o fato de
estar na Série B também tem sido um calo para a grande e apaixonada torcida do
Vozão, que tanto almeja o acesso para a Série A, mas já vai ver o time do coração
disputar pela 30ª vez a segunda divisão do campeonato brasileiro, sendo o time
com mais participações no segundo nível do futebol nacional.
Apesar
da não participação na Copa do Nordeste, o Ceará não irá disputar apenas o
campeonato estadual no primeiro semestre, mas também a Primeira Liga, sendo
essa a sua primeira participação no torneio. Querendo repetir na Primeira Liga
o feito da Copa do Nordeste em 2015, quando conquistou o título paralelo à
disputa do cearense, o alvinegro tem o seguinte time base para o início da
temporada: Everson; Tiago Cametá, Rafael Pereira, Sandro e Romário; Caucaia,
Richardson, Ricardinho e Felipe Menezes; Lelê e Magno Alves.
Avatar
Postado por Lucas Araujo