Alcateia – a força do interior no cenário do futebol LGBT
23 de junho de 2020
Categoria: 4-3-3 e Futebol e Nacional

(Foto: arquivo pessoal) 

Em março de 2018, no interior de Minas Gerais, mais precisamente na cidade de Manhuaçu, nascia a Alcateia Esporte Clube. Pouco mais de dois anos depois, já é considerado um dos maiores times LGBT do interior brasileiro, tendo disputado vários campeonatos regionais e nacionais, como a Champions Ligay. Júnior Sampaio, goleiro da equipe, conversou conosco e falou sobre o motivo pelo qual a equipe foi criada: “Como os atletas LGBT são marginalizados e discriminados nos times comuns, resolveram criar um time para poder integrar toda a classe e promover eventos, participar de campeonatos e mobilizar socialmente a cidade.”

A utilização de termos como “marginalizados e discriminados” mostra a realidade do preconceito que as pessoas que assumem essa orientação sexual sofrem no meio do futebol. Por isso, resolveram se organizar e criar times, campeonatos e um universo próprio dentro do esporte, para que possam fazer o que tanto amam – o simples ato de jogar futebol – sem precisarem passar por constrangimentos que infelizmente continuam tão comuns dentro da realidade futebolística brasileira e mundial

A Champions Ligay é o torneio nacional entre equipes LGBT, e já teve cinco edições desde 2017. A Alcateia participou de duas dessas edições, chegando nas quartas de final em ambas. Outro resultado expressivo da equipe de Manhuaçu foi o 5º lugar na Copa Sudeste 2018, a última edição disputada até então.

(Foto: arquivo pessoal)

Por conta da pandemia, obviamente os campeonatos agendados para este ano foram adiados, e a Alcateia ainda não disputou torneios oficiais em 2020. O planejamento é disputar novamente as próximas edições da Champions Ligay, da Copa Sudeste e participar pela primeira vez da True Colors, campeonato realizado em São Paulo e que teve a primeira edição em 2019.

O time é sediado em Manhuaçu, mas conta também com atletas de outras cidades próximas, que acabam não tendo equipes em suas cidades. E mesmo com essa parada nas competições por conta da COVID-19, a equipe – que é amadora – vem se estruturando e nos últimos dias conseguiu alguns profissionais para auxiliar no projeto, como personal trainer, enfermeira, cinegrafistas e apoio jurídico. É uma mostra de que a Alcateia está cada vez mais forte e tem tudo para crescer ainda mais no cenário nacional em breve!

Mas, como dito no início, uma das missões da equipe é mobilizar socialmente a cidade. E, por isso, a Alcateia promove ações sociais pelo menos três vezes por ano, normalmente no início, meio e final de cada ano. Eles recolhem alimentos e roupas para auxiliar famílias pobres da cidade de Manhuaçu, fazem partidas para integrar e arrecadar esses produtos, mantendo de pé a questão social, que se mostra muito importante na visão do clube.

Sem programação para jogos por enquanto, os atletas vêm mantendo os treinos físicos por conta própria e a diretoria busca fortalecer a estrutura e também manter o time ativo, de alguma forma, nas redes sociais. O Instagram da equipe já tem mais de 7,5 mil seguidores e nesta quarta-feira (24/06) fará uma live com o jornalista Bruno Formiga, do Esporte Interativo, para conversar sobre o time, sobre todo o universo do futebol LGBT e muito mais. Em breve devem pintar outras lives com nomes importantes do esporte brasileiro, vale a pena ficar ligado na página!

O “slogan” utilizado pela equipe é bem claro: “Um time que dribla o preconceito!”. Em tempos onde abordamos de maneira bastante veemente a luta contra todos os preconceitos, mostrar a realidade do futebol LGBT e apoiar o crescimento dos times e campeonatos organizados é bastante importante. O Blog 4-3-3 continuará torcendo e apoiando para que todos possam jogar e torcer de maneira igual em todos os campos e quadras do Brasil!

 

(Foto: arquivo pessoal)

 

Avatar
Postado por Leonardo Tudela Del Mastre Natural de Sorocaba-SP, amante do futebol do interior paulista e torcedor de São Bento e Corinthians. Além do amor pelo interior, viciado no futebol como um todo. Formado em Processos Gerenciais pelo IFRS.