Rafael Thyere fala de expectativa pela primeira final vestindo a camisa da Chapecoense
28 de março de 2018

 

Campeã das duas últimas edições do Campeonato Catarinense, a Chapecoense garantiu sua participação na final do estadual pela terceira vez consecutiva. Com 11 vitórias, quatro empates e apenas uma derrota, a equipe verde e branco tem a melhor campanha da primeira fase até o momento, somando 37 pontos. O adversário da decisão será o Figueirense, que somou 33 e não pode mais ser alcançado pelo terceiro colocado.

Antes da decisão, no entanto, os times se enfrentam nesta quarta-feira, pela penúltima rodada da fase inicial. O duelo tem enorme importância, já que o dono da melhor campanha decide em casa. Rafael Thyere, ex-zagueiro do Grêmio e parte importante da campanha da Chape, falou ao Blog 4-3-3 sobre a expectativa para essas partidas e, claro, para a decisão.

A expectativa é grande pelo campeonato que estamos fazendo, mas ainda temos dois jogos para trazer a final aqui para Chapecó, que é nosso objetivo. Ficamos felizes com a classificação, mas queremos trazer o jogo decisivo aqui para nossa casa, para jogar junto com a nossa torcida, respeitar o nosso adversário, e buscar nosso objetivo final, que é o tricampeonato catarinense”, disse.

Com a estratégia do adversário na cabeça, Rafael Thyere já tem ideia de qual o caminho a Chapecoense deve seguir para conquistar o título: “Temos que acreditar no trabalho que fizemos durante toda a primeira fase. Além disso, é concentrar em todos os detalhes, com garra, determinação e união“.

O Figueirense é uma equipe que também fez uma boa primeira fase. É um time que tem atletas experientes, uma transição forte e jogadores rápidos na frente. Além disso, tem um centroavante que já tive a oportunidade de trabalhar junto e vem fazendo um grande campeonato. Mas sabemos de nossa qualidade“, pontuou.

Zagueiro vem ganhando confiança na Chapecoense.

Emprestado pelo Grêmio, Rafael Thyere desembarcou em Chapecó para brigar por posição e acabou ganhando a confiança do técnico Gilson Kleina. A expectativa do jogador, então, é poder ajudar sua equipe nessa fase decisiva da melhor maneira possível.

Eu fico feliz em poder estar ajudando a equipe. Feliz com a forma que fui recebido aqui, espero poder continuar retribuindo isso dentro de campo, que é onde eu posso demonstrar algo. Claro, sempre respeitando meus companheiros, mas continuarei trabalhando muito pra cada vez mais conquistar meu espaço e ajudar a Chapecoense“, afirmou.

“Nada poderia ser melhor que começar o ano com esse título catarinense, agradeço de coração a todos que me receberam aqui e a Deus pela oportunidade”, concluiu.

Avatar
Postado por Andrew Sousa Formado em Jornalismo justamente pela paixão pelo esporte, sente enorme prazer em poder escrever sobre o que ama. Apaixonado por um bom domínio e alguns jogadores ruins, vive o futebol desde o primeiro dos seus 23 anos.