Um Tottenham que merece atenção
5 de janeiro de 2019
Categoria: 4-3-3

 

Com tantos times fortes na Premier League é normal alguns serem mais exaltados e lembrados do que outros, como o ultra ofensivo Manchester City ou o equilibrado Liverpool, que até a última rodada estava invicto. É o que acontece com o Tottenham que é pouco comentado mesmo fazendo uma campanha excelente. Certamente alguns fatores contribuem para isso claro, como o futebol apresentado pelo líder e pelo vice, citados anteriormente, além das novidades no comando técnico dos outros dois times londrinos que estão na parte de cima da tabela, e no caso do Arsenal ainda tem o futebol atraente que Emery está fazendo o time praticar. Outro ponto que pode ser apontado como motivo dessa pouca atenção dada aos Spurs é o fato do time não ter contratado ninguém para essa temporada que pode ser visto como não ter nada de novo que faça a equipe merecer atenção, mas esse é um ponto que também pode ser visto como motivo para destacar a excelente campanha da equipe.
Mesmo sem contratar nenhum jogador, Mauricio Pochettino está fazendo com que o Tottenham tenha a sua melhor campanha de campeonato inglês desde a temporada 1960/61, temporada do último título inglês do time. E estão tendo esse desempenho mesmo com a defesa, principalmente os zagueiros, não  mostrando o mesmo futebol de temporadas anteriores, mas que em contra partida está servindo para o jovem argentino Juan Foyth ganhar oportunidades e mostrar suas qualidades. Outros dois fatores para essa excelente campanha estão nas novidades que Pochettino propôs no meio campo: primeiro a ascensão e afirmação de Harry Winks, um jogador que dá mais qualidade a saída de bola da equipe; e segundo a utilização de Sissoko como meia central/segundo volante, fazendo com que enfim o jogador mostrasse um bom futebol; seu físico e condução de bola ajudam muito a equipe a sair com a bola da defesa, além de permitir que ele apoie com intensidade.
Mas o principal destaque dos Spurs é o quarteto ofensivo formado por Kane, Son, Alli e Eriksen. Eles se entendem muito bem e parecem cada vez mais entrosados. Prova disso é que no jogo válido pela 18ª rodada contra o Everton foi a primeira vez que os quatro marcaram em um mesmo jogo. A movimentação do trio formado por Alli, Son e Kane aliado a ótima visão de jogo e qualidade do passe de Eriksen gera bastante perigo para as defesas adversárias, pois permite a criação de muitas chances de gol. É a quarta equipe que mais cria grandes chances na Premier League, segundo o SofaScore, atrás apenas de Manchester City, Chelsea e Liverpool. Nos últimos jogos a equipe vem jogando com Son ao lado de Kane, com Alli atrás deles, num 4-3-1-2, porém, como dito antes, com muita movimentação, Son caindo para o lado para receber em ultrapassagem ou para partir para cima do lateral e tentar o drible, já que ele é ótimo nesse fundamento, Kane saindo da área para participar das jogadas e Alli chegando para dar opção. E mesmo não tendo se reforçado para esta temporada Pochettino tem opções muito boas no elenco para causar impacto e mudar os jogos, como Dier e Dembélé para o meio e Lamela e Lucas Moura para as pontas.

“The Fantastic Four”, o quarteto que vai fazendo o Tottenham ter a sua melhor temporada em muito tempo.

 

Alguns números interessantes sobre a equipe:
          Son já chegou a marca de 60 participações diretas em gols na Premier League, em 115 jogos, marcou 38 e assistiu 22;
         Desde sua estreia em 2013 Eriksen é o jogador que marcou mais gols de fora da área, foram 19;
         Kane já marcou em 12 jogos diferentes nessa Premier League, ele é quem marcou em mais jogos diferentes, seguido de Salah que marcou em 11 partidas e Aubameyang que marcou em 10 jogos;
         Tottenham ganhou 10 dos 12 jogos fora de casa nessa Premier League, já é mais do que eles ganharam em 20 das 26 edições anteriores.

 

O Tottenham está classificado para as oitavas na Champions League, passando em um grupo muito difícil, e mesmo tendo que enfrentar o ótimo Dortmund tem condições de passar para a próxima fase, está na semifinal da Copa da Liga e chegou a ultrapassar o City no Campeonato Inglês, mesmo que por apenas uma rodada. É um time que merece mais atenção, até pelo futebol que apresenta, que dá gosto de assistir, por ser ofensivo e pela competitividade que o time tem e isso vem desde a chegada de Pochettino, que vem fazendo os Spurs se acostumarem a viverem grandes momentos nas temporadas e a serem mais competitivos tentando sempre ir o mais longe possível nas competições.

Postado por Wallas Vieira Técnico em Edificações, cursando Administração. Torcedor de Flamengo e Liverpool. Fã da intensa Premier League e do tático campeonato italiano. Gosta de táticas, crônicas e número sobre o futebol.