Seleção é momento?
30 de setembro de 2013
Categoria: 4-3-3 e Futebol e Nacional

Ser tecnico de uma seleção é para poucos, da seleção brasileira então, é mais complicado ainda. Nós, brasileiros, juntos somos 200 milhoes de tecnicos, cada um com sua opinião e suas escolhas. Porém apenas um tem o poder de convocar: Felipão. Do trabalho dele, ninguém duvida, porém seus critérios sempre levantam duvidas em alguns, mas um critério em especial gera indagaçoes: momento, ou a confiança no jogador? A grande maioria das pessoas defende a ideia de que “seleção é momento”, ou seja, vai quem está melhor. Mas na prática, nao é bem assim, já que os técnicos levam muitos outros critérios em conta. 

Dunga pagou o pato por não convocar os queridos da torcida

Um exemplo disso é Dunga, que em 2010 preferiu não levar os jogadores do momento, Neymar e Ganso, e manteve jogadores em que confiava, mesmo sob duras criticas da maioria dos torcedores. O atual técnico da seleção Luiz Felipe Scollari também considera mais a confiança do que o momento, por exemplo, Julio César, nao vem jogando, mas segue titular absoluto, pelo histórico e confiança que Felipão deposita nele.A cada convocação mais nomes surgem como injustiçados pela falta de chance, muita gente pede Walter, Alex, Gil e outros, mas Felipão insiste em jogadores como Henrique, hoje na segunda divisão, e Alexandre Pato reserva no Corinthians.

Todos os dias, muitos brasileiros listam jogadores que merecem estar na seleção pela fase que vivem, mas Felipão mantem a mesma base, já pensando na copa do mundo, mas será que ele deveria realizar alguns testes?
Temos diversos nomes que hoje merecem uma convocação, mas citarei aqui apenas alguns, talvez os principais.

“Os esquecidos de Felipão”:
Goleiro:
Fabio (cruzeiro): Assim como todo o elenco cruzeirense, encontra-se em ótima fase, e já mantem esse bom nível de atuações a muito tempo.
Helton (porto): Líder do porto nas ultimas temporadas, merece ser lembrado.

Zagueiro:
Miranda (Atle. Madri): Vem tento boas atuações no atletico, e faz por merecer uma convocação.
Gil (Corinthians): Apesar do equivoco contra a Lusa Gil vem fazendo uma temporada quase impecável.

Lateral Direito:
Danilo (Porto): Ótimo Lateral direito, vem jogando muito bem pelo Porto tanto que despertou interesse em muitos clubes de maior porte.
Marcos Rocha: Com a volta de Maicon deve perder espaço, mas Felipão deve ficar de olho nele.

Lateral Esquerdo:
Filipe Luis (Atle. Madri): Já esteve na seleção a pouco tempo, é um nome muito bom para a reserva do incontestavel titular Marcelo.
Alex Telles (Grêmio): Apesar de jovem, vem de uma boa sequencia de jogos no Grêmio e merece uma convocação para alguns amistosos para ver como se adapta a seleção.

Volantes:
Fernando (Shaktar): Campeão da copa das confederações, perdeu espaço mas mesmo assim merece a convocação para a copa.
Ralf (Corinthians): Apesar de ser apenas marcador, fecha os espaços no meio, e é um dos poucos que vem se salvando no elenco corinthiano. Vem em alto nível a pelo menos 3 anos.
Elias (Flamengo): Vem tendo destaque pelo Flamengo, pode figurar a seleção para a copa como meia também.

Meias:
Willian (Chelsea): Otimo jogador, teve uma temporada de destaque pelo Shaktar mas depois se escondeu no futebol russo, dependendo do desempenho no Chelsea, pode ser chamado.
Everton Ribeiro (Cruzeiro): O motor do Cruzeiro vem fazendo uma temporada fantástica, merece uma chance de mostrar serviço com a amarelinha.
Alex (Coritiba): Experiente, e sempre injustiçado na seleção, não tem que provar mais nada a ninguém, ainda joga em alto nível e podia fazer parte do grupo.
Ronaldinho (Atlético Mineiro): Craque incontestável, merece a seleção apesar da atual lesão não deixa de ser o melhor meia do futebol Brasileiro.
Philippe Coutinho(Liverpool): O meia vinha sendo o grande destaque do clube inglês até a lesão, depois de recuperado pode ser aproveitado.

Atacantes:
Walter (Goias): Apesar do peso e das fortes criticas por não ser um nome conhecido o atacante mostra qualidade, atualmente melhor que todos atacantes da seleção.
Diego Costa( Atlético Madri): Vem em ótimo momento na Espanha, e Felipão tende correr para não perder o atacante para a seleção espanhola.

Diego Costa esta muito próximo de naturalizar-se espanhol

__________________________________

Felipão deveria dar chances, ou manter a base até a Copa do Mundo?
Momento ou confiança? Qual prevalece?

Postado por Andrew Sousa Formando-se em Jornalismo justamente pela paixão pelo esporte, sente enorme prazer em poder escrever sobre o que ama. Apaixonado por um bom domínio e alguns jogadores ruins, vive o futebol desde o primeiro dos seus vinte anos.