Paraibano – Sousa
28 de janeiro de 2013
Categoria: 4-3-3

Com apenas 25 anos de existência, o Sousa Esporte Clube é
o representante da cidade de Sousa, sertão paraibano, no futebol. O clube
ostenta duas conquistas do campeonato estadual, sendo a primeira no ano de 1994
e a mais recente em 2009. Além dos títulos da divisão principal, o Sousa também
se sagrou campeão paraibano da segunda divisão em 1991.

Outros feitos relevantes do Alviverde foram os vice-campeonatos
em 1995 e 2012, além dos terceiros lugares consecutivos em 2007 e 2008 e as
participações na Copa do Brasil de 1995 e 2010, onde perdeu respectivamente
para o Flamengo-RJ pelo placar mínimo nos dois jogos, e para o Vasco da Gama-RJ
por 2×1, ainda conseguindo um empate por 0x0 em São Januário.
Em 2016 o Dinossauro do Sertão conseguiu uma boa campanha
no campeonato paraibano, terminando na terceira colocação após vender caro a
eliminação na semifinal para o Botafogo. A campanha rendeu ao clube uma vaga na
Série D de 2016 e 2017. Na edição da quarta divisão nacional de 2016, o Sousa fez
uma campanha sem brilho, amargando a eliminação ainda na primeira fase, acabando
em 3º no seu grupo, ficando atrás do América-PE no saldo de gols.
Jogadores do Sousa comemoram o título paraibano de 2009 (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)
Para 2017, o time alviverde busca o terceiro título da
competição, ou pelo menos uma campanha semelhante à da temporada anterior, para
poder garantir-se no cenário nacional por mais um ano caso não conquiste o
acesso para a Série C dessa vez.
Porém a temporada começou difícil para o Dinossauro, que
nos 5 primeiros jogos ainda não venceu, somando três empates e duas derrotas,
perdendo inclusive um treinador. Tazinho, que chegou ao clube em outubro de
2016, já entregou o cargo e para seu lugar, foi contratado Paulo Júnior, que já
é um velho conhecido do clube alviverde.

O time base que começou mal a temporada, mas que tem a
missão de se reerguer sob o comando de Paulo Júnior e buscar o tri é composto
por: Pantera; Edy, Eduardo, Leandro e Camilo; Peu, Danilo, Paulinho Mossoró e
Marabá; Josy e Rodrigo Poty.
Postado por Lucas Araujo