Para inglês ver #51 – Sunderland na Coréia do Norte, Gareth Bale da 6ª divisão inglesa e torcida fugindo da humilhação do time no intervalo
13 de março de 2019
Categoria: Para inglês ver

Seria Kin Jong-un torcedor do Sunderland?

O Para Inglês Ver está volta com tudo o que rolou nas últimas semanas no futebol alternativo da Inglaterra! Teve time grande na 3ª divisão lançando um grupo oficial de torcedores na Coréia do Norte, jogador incorporando o Gareth Bale na 6ª divisão, um pássaro cagando na cabeça de um treinador de goleiros na 9ª divisão, clube anunciando a ”aposentadoria” dos seus históricos refletores e muito mais!

GOLAÇO RELÂMPAGO

Um dos confrontos mais importantes das duas últimas semanas na Championship foi a partida entre o vice-líder Leeds United e o quarto colocado West Bromwich, no Elland Road. Jogando em casa, o Leeds United foi com tudo pra cima dos visitantes e abriu o placar com um GOLAÇO do espanhol Pablo Hernández logo aos 16 segundos do primeiro tempo (no vídeo). O Leeds viria a fazer 4-0 ao longo da partida com dois gols de Patrick Bamford e um do macedônio Ezgjan Alioski.

 

QUEBRA DA SEQUÊNCIA INVICTA

Outra importante partida entre dois times da parte de cima da tabela foi o encontro entre Norwich City e Bristol City no Carrow Road. Mesmo jogando em casa, o líder Norwich City chegou a estar perdendo duas vezes para o então sexto colocado Bristol City, mas conseguiu virar a partida para 3-2 com dois gols no segundo tempo. Essa derrota quebrou uma sequência de 13 jogos invictos em que o Bristol City estava na Championship. Mesmo com a derrota, o gol mais bonito da partida foi esse marcado ponta irlandês Callum O’Dowda:

 

O escocês Kenny McLean marcou dois para o Norwich nessa partida, incluindo o da vitória aos 21 minutos do segundo tempo

GOLEADA HUMILHANTE FORA DE CASA

Pela 35ª rodada da Championship, o Aston Villa recebeu o Derby County no Villa Park e meteu um 4-0 logo no primeiro tempo com dois gols de Conor Hourihane, um de Tammy Abraham e outro de Jack Grealish, o mais bonito da partida (no vídeo). Essa foi uma vitória importantíssima para o Aston Villa, que briga por uma vaga nos playoffs, já que o Derby County está apenas três posições acima na tbela de classificação.

 

É normal os torcedores saírem mais cedo do estádio na reta final de uma partida quando o seu time está perdendo feio, só que o Derby County já estava sendo goleado no intervalo. Alguns torcedores resolveram abandonar a partida na metade, mas acontece que as catracas para sair do estádio ainda nem estavam abertas, então o jeito foi escapar da humilhação fora de casa pulando mesmo:

PUSKÁS QUE PARIU

O Derby County pelo menos se redimiu na rodada seguinte com uma vitória em casa de virada por 2-1 em cima do Wigan Athletic. Veja só o GOLAÇO de empate do Derby County marcado pelo atacante Mason Bennett, merece Puskás?

 

ARTILHARIA INTERNACIONAL NO CLÁSSICO

Pela 35ª rodada da Championship, o Brentford recebeu o rival Queens Park Rangers no Griffin Park pelo clássico do oeste de Londres e conseguiu uma bela vitória por 3-0 com gols do francês Neal Maupay, do argelino Saïd Benrahma e do espanhol Sergi Caños. O do espanhol, marcado já nos acréscimos do segundo tempo, foi o mais bonito da partida, mesmo que o chute tenha desviado um pouco na marcação.

Essa vitória deixou o Brentford bem aliviado no meio da tabela, enquanto que o QPR ainda tem um pequeno risco de rebaixamento. A vitória também deixou a vantagem do Brentofrd maior na história do confronto, que é bem equilibrado: agora são 27 vitórias do Brentford, 23 vitórias do QPR e 24 empates.

 

Benrahma e Maupay marcaram os dois outros gols da vitória do Brentford no clássico

RESPOSTA À ALTURA

Num confronto entre dois times que lutam desesperadamente contra o rebaixamento, o Reading visitou o Ipswich Town e conseguiu uma importantíssima vitória por 2-1 com direito a gol da vitória marcado aos 45 minutos do segundo tempo. Só que bem antes disso, ainda nos primeiros minutos de jogo, a torcida do Ipsiwch Town estava pegando bastante no pé do atacante português Nelson Oliveira do Reading pelo incidente de algumas rodadas atrás com o zagueiro Tyrone Mings do Aston Villa, que deu um pisão na cara de Oliveira. A torcida do Ipsiwch Town cantava ”Ele pisou na sua cara, ele pisou na sua cara, Tyrone Mings, ele pisou na sua cara’. E o português respondeu da melhor maneira: abrindo o placar fora de casa aos 16 minutos do primeiro tempo e indo comemorar bem em frente à torcida do Ipsiwch Town

DE CASA NOVA

O Luton Town, recém promovido da quarta divisão inglesa e atual líder da terceira divisão, anunciou recentemente que seus planos para a construção de um novo estádio foram aprovados pelo conselho administrativo da região. O novo estádio terá capacidade para 17,500 pessoas e o clube espera que ele seja inaugurado antes do começo da temporada 2020/21.

O Kenilworth Road, atual estádio do Luton Town, não é dos mais confortáveis. Por esse motivo o clube busca desde a década de 1950 se mudar de estádio, seja construindo um do zero ou se realocando para outra cidade. Essa busca se intensificou nos últimos vinte anos e certamente fará muito bem para o clube, que vem numa crescente nas últimas temporadas.

PRA QUE INIMIGOS QUANDO SE TEM UM AMIGO DESSES?

É bastante comum na Inglaterra os clubes fazerem interações no gramado com os torcedores no intervalo, seja batendo pênaltis, participando de alguma gincana ou coisa do tipo. Pela 35° rodada da League One, a terceira divisão inglesa, o Sunderland recebeu o Plymouth Argyle e convidou dois amigos torcedores do time visitante para participar de um desafio no intervalo. Acontece que um deles acabou sabotando o outro pelas costas, veja só:

SERIA KIN JONG-UN TORCEDOR DO SUNDERLAND?

O Sunderland chamou a atenção da mídia na semana passada com o lançamento de um fã clube oficial na Coréia do Norte. Essa ação faz parte de uma parceria com uma empresa chamada Visit North Korea (“Visite a Coréia do Norte”) cujo dono é Tom Fowdy, nascido em Sunderland e torcedor do clube. Essa empresa busca atrai investimentos ocidentais para o país, sendo essa com o Sunderland a primeira envolvendo um grande clube de futebol.

Em entrevista à BBC, Fowdy afirma que “os norte-coreanos adoram futebol, é o esporte nacional deles e o mais popular em toda a península da Coréia – eles sabem mais sobre futebol do que a gente imagina”. Fowdy também conta sobre uma conversa que teve com um soldado norte-coreano em 2014, quando o militar o perguntou sobre a eliminação da Inglaterra na Copa do Mundo do Brasil e sobre as atuações de Wayne Rooney com a camisa da seleção inglesa. O inglês também disse que os norte-coreanos aceitam muito bem mercadorias de fora, desde que não contenham mensagens políticas e que é possível encontrar camisas do Barcelona e da Seleção Brasileira, além de que os norte-coreanos gostam de assistir a Premier League.

Sabe-se que Kim Jong-un é um grande fã de basquete (a Coréia do Norte já recebeu ex-jogadores da NBA para uma partida alguns atrás), mas é completamente improvável que ele venha a ter qualquer relação com o Sunderland.

Essa não é a primeira vez que times da região Nordeste da Inglaterra se envolvem com a Coréia do Norte. O Blyth Spartans, time semi-profissional que disputa a 6° divisão inglesa situado 35km ao norte de Sunderland, colocou recentemente uma placa da agência Visit North Korea em seu pequeno estádio, com capacidade para apenas 4 mil torcedores.

Outro clube da região envolvido com a Coréia do Norte é o Middlesbrough. O seu antigo estádio, o Ayresome Park, recebeu todos os três jogos da seleção norte-coreana na Copa do Mundo de 1966, incluindo a famosa vitória por 1-0 sobre a seleção da Itália. Alguns jogadores daquele elenco da Coréia do Norte de 1966 retornaram à Middlesbrough para um visita em 2002 e o time feminino do Boro foi a primeira equipe britânica a jogar em solo norte-coreano, no ano de 2010.

Outro dado interessante de mencionar aqui: o Estádio Primeiro de Maio Rungrado, em Pyongyang, a capital da Coréia do Norte, tem capacidade maior (114,000) do que os estádios de Sunderland (49,000) e Newcastle United (52,354) somados.

Placa de publicidade da Visit North Korea no estádio do Blyth Spartans

EMPATE SUADO

Já que mencionamos o Blyth Spartans acima, vamos aproveitar para falar sobre um JOGÃO em que o clube esteve envolvido algumas rodadas atrás pela National League North, na 6ª divisão inglesa. O pequeno time do Nordeste da Inglaterra recebeu o Kidderminster Harriers no Croft Park e logo aos 6 minutos do primeiro tempo a partida já estava empatada em 1-1. Aos 20 minutos aconteceu o que mudaria a história da partida: o goleiro Pete Jameson do Blyth Spartans cometeu um pênalti e foi expulso, mas acontece que não havia nenhum goleiro no banco de reservas, então o atacante e capitão do time, Robert Dale, foi para debaixo das traves. Dale é um dos grandes ídolos do Blyth Spartans, estando no clube desde 2006, tendo feito mais de 600 partidas e marcado mais de 200 gols com a camisa do clube.

Toda essa experiência, porém, não ajudou Dale a defender o pênalti, que foi anotado facilmente pelo atacante Joe Ironside do Kidderminster. Agora vem a parte mais legal da história: mesmo jogando 3/4 da partida com um atacante no gol, o Kidderminster só conseguiu marcar mais uma vez e Robert Dale até mesmo fez algumas boas defesas. O Blyth Spartans chegou aos 43 minutos do segundo tempo perdendo por 3-1, quando conseguiu diminuir a vantagem do Kidderminster no placar. Depois disso foi só pressão do Blyth Spartans, que alcançou o incrível gol de empate aos 48 minutos da segunda etapa, para a explosão dos 705 torcedores que acompanharam a partida.

 

Jogadores do Blyth Spartans comemorando o suado gol de empate

DE VOLEIO

Falando no Kiddersminster, olha só esse belo gol de voleio que o meia galês Declan Weeks marcou para o time na vitória por 4-1 em cima do Chester:

LAMBANÇA NO CLÁSSICO

Pela 34° rodada da League Two, a quarta divisão inglesa, o Bury recebeu seu rival Oldham Athletic, do técnico Paul Scholes, no Gigg Lane. Os visitantes saíram na frente logo no começo do primeiro tempo e a virada do Bury veio só no segundo tempo, com dois gols do atacante Nicky Maynard e um de Caolan Lavery. O terceiro do Bury, marcado já nos acréscimos por Maynard, veio após essa lambança do sistema defensivo do Oldham Athletic, veja:

 

O norte-irlandês Caolon Lavery (número 32) também marcou o seu gol no clássico

GOLAÇO DA VITÓRIA NOS ACRÉSCIMOS

Na rodada seguinte da quarta divisão inglesa aconteceu um jogo importantíssimo na parte de baixo da tabela entre Yeovil Town e Morecambe, dois times que brigam contra o rebaixamento. O Yeovil Town conseguiu a vitória por 3-2 jogando em casa, mas o gol vitorioso só foi sair aos 42 minutos do segundo tempo, esse belo gol marcado pelo atacante Ryan Seager, que havia saído do banco de reservas poucos minutos antes.

REFLETORES HISTÓRICOS

O Grimsby Town anunciou recentemente que irá trocar os refletores de seu estádio, o Blundell Park, ao final dessa temporada. Ok, mas qual é a importância disso? Esses refletores estão em uso no estádio desde 1960 após terem sido comprados do Wolverhampton em 1958. Esses refletores são famosos porque George Best, a lenda norte-irlandesa do Manchester United, era torcedor do Wolverhampton desde pequeno e já disse que se encantava com as luzes das partidas noturnas no estádio do Wolverhampton que eram transmitidas pela TV quando criança. Muito interessante pensar que essas luzes ainda estão em uso, mas na quarta divisão inglesa.

O Wolverhampton foi um dos primeiros times do mundo a instalar refletores em seu estádio, o que permitia que as partidas fossem realizadas à noite. Em 1953 o time realizou a sua primeira partida à noite, um amistoso contra a África do Sul que foi transmitido pela TV. Outros amistosos de muito prestígio foram realizados contra times europeus. Naquela época ainda não existia a Liga dos Campeões da Europa e um amistoso do Wolverhampton, o então campeão inglês, contra o Budapest Honved, campeão húngaro, é visto como um dos jogos percursores da criação da Liga dos Campeões da Europa. O Wolverhampton venceu a partida por 3-2, um resultado bastante expressivo já que a seleção inglesa havia perdido para a seleção húngara no ano anterior por 6-3 no Wembley e viria a perder novamente por 7-1 em Budapeste alguns meses depois

O Blundell Park, estádio do Grimsby Town, com seus atuais refletores

GOLAÇO FORA DE CASA

Pela 5ª divisão inglesa, o Bromley visitou o Hartlepool e conseguiu uma boa vitória por 2-1. O segundo gol do time foi esse GOLAÇO marcado pelo ponta Luke Coulson, veja só:

DE PRIMEIRA

Ainda pela 5ª divisão, o Dover Athletic recebeu o Harrogate Town e acabou perdendo de virada por 3-2 com o gol da derrota sendo sofrido aos 47 minutos do segundo tempo. O que fica de consolo é um dos gols do Dover, um belo gol de fora da área marcado pelo meia Jai Reason.

DE NOVO ELE

Na rodada seguinte o Dover Athletic visitou o Salford City e conseguiu uma grande vitória de virada por 3-1. Adivinha quem marcou um golaço? Jai Reason, o meio que havia marcado de fora da área na partida anterior. Confira no vídeo:

DEIXOU O DONO ORGULHOSO

Acontece que o golaço de Jai Reason contra o Salford City nem foi o mais bonito da partida. O time da casa abriu o placar aos 9 minutos do primeiro tempo com esse GOLAÇO do círculo central do meia romeno Dennis Politic. Sabe quem assistiu esse gol da arquibancada? David Beckham, que possui 10% das ações do clube. Certamente ficou orgulhoso

JAY SIMPSON

O Leyton Orient, líder da 5ª divisão inglesa, anunciou recentemente a volta do atacante Jay Simpson, que havia tido uma boa passagem pelo clube entre 2014 e 2017, antes de ir jogar na MLS. Veja só como que o clube de Londres resolveu anunciar a volta do atacante, aproveitando o seu sobrenome:

GOLAÇO CONTRA O LANTERNA

O Chorley é uma das equipes que briga pelo título da National League North, na 6ª divisão inglesa. Duas rodadas atrás o time recebeu o Nuneaton Borough, lanterna da competição, e venceu por 2-0 com direito a esse belo gol do meia Alex Newby:

RECORDE DE PÚBLICO

As outras duas equipes que estão na briga pelo título da National League North são o Stockport County e o Spennymoor Town. Os dois se enfrentaram recentemente no Edgeley Park, estádio do Stockport County, e quem se deu bem foram os donos da casa, que venceram por 1-0. O público dessa partida foi de 6,311 torcedores, o maior público da 6ª divisão inglesa desde 2004, quando ela passou a ser disputada no atual formato.

O recorde de público do estádio, porém, continua sendo da partida entre Stockport County e Liverpool pela FA Cup em 1950, quando 27,833 assistiram a partida.

Faltando apenas 8 rodadas para o fim do campeonato, quem está na liderança é o Chorley, com 67 pontos, seguido de perto pelo Stockport County, que tem 66. O Spennymoor Town está na 3ª colocação com 60 pontos, mas tem dois jogos a menos que seu rivais diretos.

Um grande público no estádio do Stockport County

MUITOS GOLS NO GRAMADO ENLAMAÇADO

Outra competição em que o Stockport County está vivo é na FA Trophy, uma copa nacional na Inglaterra para times que disputam a 5ª, 6ª, 7ª e 8ª divisões. O Stockport enfrentará o AFC Fylde, da 5ª divisão, enquanto que o Leyton Orient, líder da National League, enfrentará o Telford United, da National League North.

Um dos jogos mais legal dessa competição, porém, aconteceu nas oitavas de final entre o Ramsbottom United, da 8ª divisão inglesa, que recebeu o AFC Fylde em seu modesto estádio. A partida foi extremamente movimentada e acabou empatada em 5-5, forçando um replay que acabou sendo vencido pelo AFC Fylde. O gol mais legal da partida, que foi disputada sob chuva e com o gramado bem enlamaçado, foi o que seria o da vitória do Rambottom United por 5-4 aos 38 minutos do segundo tempo, só que o AFC Fylde acabou empatando a partida em 5-5 quatro minutos depois.

Repare só na comemoração do gol: o camisa 6 do Ramsbottom United estava indo comemorar com seus companheiros, mas acabou sentindo enquanto dava o pique e desistiu. Logo depois um torcedor do time invade o gramado e pula no jogador, que não teve escolha a não ser segurá-lo, mesmo estando machucado.

FA CUP DOS POBRES

Outra copa nacional na Ingaterra nos mesmos formatos da FA Trophy é a FA Vase, mas essa é disputada por times da 9ª, 10ª e 11ª divisões do país. Essa copa também está na fase de semifinais, onde o Cray Valley Paper Mills, que é de Londres, enfrentará o Canterbury City, do Sudeste da Inglaterra, enquanto que o Northwich Victoria, que é de uma cidade perto de Manchester e Liverpool, enfrentará o Chertsey Town, que é de uma cidade perto de Lodnres. Todos esses times disputam a 9ª divisão inglesa

Essa será a primeira vez em 10 anos que nenhum time da região Nordeste da Inglaterra (perto de Newcastle e Sunderland) chega à final da competição. Nessas últimas 10 temporadas, oito títulos e dois vices foram para a região, sendo que também houveram duas finais em que os dois finalistas eram da região Nordeste. Os clubes e torcedores reclamaram desfavorecimento por parte da Federação Inglesa aos times da região, já que houveram diversos confrontos em que os times da região Nordeste foram sorteados para jogarem um contra os outros.

Na fase de quartas de final, disputada no último mês de fevereiro, o gol mais bonito foi esse marcado pelo Canterbury City na vitória por 2-1 sobre o Biggleswade:

O Canterbury City implementou um sistema de punição para o último jogador do time a chegar no vestiário da equipe nos dias de jogos ou quando o time acaba se reunindo em outras ocasiões. São punições leves, como pagar 1 libra ao clube ou cantar uma música na frente dos companheiros de time. O elenco todo do Canterbury City se reuniu para assistir ao sorteio dos confrontos das semifinais da FA Vase, e o atacante Mobolaji Dawodu chegou atrasado. Sua punição foi cantar uma música, e ele esbanjou todo o seu talento:

QUE CAGADA!

Como é praticamente haver alguma transmissão de TV das suas partidas, os times semi-profissionais da Inglaterra utilizam muito o Twitter para dar atualizações em tempo real do que está acontecendo dentro dos gramados. Um tweet que viralizou no começo desse mês foi esse do Baldock Town, da 9ª divisão inglesa, informando que um pássaro havia acabado de cagar na cabeça do seu preparador de goleiros.

O perfil oficial do Bayer Leverkusen, que costuma ser bastante ativo no twitter, respondeu lamentando o ocorrido. O Baldock Town não perdeu a chance e até fez um convite para um amistoso de pré-temporada contra o clube alemão, já que seria esse um gesto de ”empatia”. Bem, não preciso nem dizer que esse amistoso certamente não irá ocorrer, para tristeza do preparador de goleiros do time semi-profissional inglês.

DIZEM QUE O CACHORRO É O MELHOR AMIGO DO HOMEM…

Pra quem assistiu a série ”Sunderland ‘Til I Die” na Netflix, que contou a história do rebaixamento do Sunderland na temporada passada, vai aí uma dica de programa na Netflix: série ”Losers’, episódio 2, tem apenas 25 minutos. Conta a história de como o Torquay United escapou do rebaixamento na 4ª divisão inglesa em 1987 graças a um gol de empate no último minuto do segundo tempo. O mais legal: os acréscimos foram longos porque o cachorro da polícia MORDEU o atacante do time e a partida ficou um tempo parada para o atendimento. Episódio muito bem feito, bem curtinho e até bem engraçadinho, vale a pena assistir!

Estádio do Torquay United

GARETH BALE NA 6ª DIVISÃO INGLESA?

Falando no Torquay United, veja só esse gol que o time sofreu na derrota por 2-1 em casa para o Weston-super-Mare. O meia galês Alex Bray, do time visitante, pegou a bola no campo de defesa, deu uma arrancada monstruosa, passando inclusive por fora do gramado, até que marcou o gol de perna direita.

Esse gol é incrivelmente parecido com o gol marcado pelo também galês Gareth Bale na final da Copa del Rey de 2014 sobre o Barcelona, sendo a principal diferença que o gol de Bale foi marcado com a perna esquerda.

DOMINOU, AJEITOU E PIMBA!

Agora vamos para uma sequência de golaços espalhados pelo futebol semi-profissional e amador da Inglaterra, Escócia e Irlanda do Norte. Esse aqui foi marcado pelo meia Jordan Parkes no empate em 3-3 do seu time, o Hemel Hempstead, fora de casa com o Dulwich Hamlet:

GOLAÇO ESTRANGEIRO

Já esse aqui foi marcado pelo francês Fabien Robert para o Gloucester City na vitória fora de casa por 2-1 sobre o Slough Town:

GOL DE CABEÇA DE GOLEIRO

Agora um gol marcado pelo GOLEIRO do Broxbourne Borough, da 10ª divisão inglesa, no empate fora de casa por 2-2 contra o London Lions. O que impressiona também é a movimentação do goleiro, que conseguiu se desvencilhar muito bem da marcação.

GOLAÇO DO MEIO DE CAMPO

O Alfreton Town, da 6ª divisão inglesa, bateu o líder Chorley por 2-1 com direito a esse GOLAÇO do meia Daniel O’Brien. Veja:

GOLAÇO DO MEIO DE CAMPO²

Outro belo gol do meio de campo foi esse marcado pelo atacante George Barker na vitória por 4-0 fora de casa em cima do Hendon

PATADA NO ÂNGULO

Já esse aqui foi marcado pelo atacante Sam Hasler, do Ashford United, que disputa a 8ª divisão inglesa. Uma patada de fora da área!

MORRINHO ARTILHEIRO

Agora quem roubou a cena não foi algum atacante fazendo um belo gol, mas sim o morrinho artilheiro do gramado do Northampton ON Chenecks, da 9ª divisão inglesa, na derrota por 4-0 em casa para o Newport Pagnell Town. Que azar do goleiro!

DE ”BIKE”

Veja só esse belo gol de bicicleta anotado na semana passada em uma liga sub-17 na Irlanda do Norte

 

GOLAÇO DE CANHOTA NO CLÁSSICO DA CIDADE

Agora vamos para a Escócia, onde o meia Gordon Pope, do Auchinlek Talbot, marcou esse golaço de canhota na vitória fora de casa por 3-0 sobre o Pollok, no clássico do campeonato amador de Glasgow:

FINAL INÉDITA

E por último vamos falar da Scottish Challenge Cup, uma copa escocesa muito interessante que envolve times de todos os países das ilhas britânicas. São convidados a participar: times da 2ª, 3ª, 4ª e 5ª divisões da Escócia, além dos times sub-20 da primeira divisão, dois times da Inglaterra, dois times do País de Gales, dois times da Irlanda do Norte e dois times da Irlanda. As semifinais da competição foram realizadas recentemente e pela primeira vez teremos um time de fora da Escócia na final da copa desde a temporada 2016/17, quando eles começaram a ser convidados. O Connah’s Quay Nomads, da primeira divisão galesa, bateu nos pênaltis o Edinburgh City, da quarta divisão escocesa, e se classificou para a final, onde enfrentará o Ross County, líder da segunda divisão escocesa.

Veja abaixo o pênalti decisivo que foi defendido pelo goleiro do Connah’s Quay Nomads, com direito à narração na língua galesa e invasão da torcida para comemorar a classificação

Postado por Eduardo Werner De São José dos Pinhais - PR, tenho 18 anos e estudo Relações Internacionais. Sou fã do futebol inglês e escocês, torço para Atlético Paranaense, Manchester United, Celtic e South Shields, da 7ª divisão inglesa