Para inglês ver #49 – Virada de ano recheada de clássicos, zebras na FA Cup e golaços pela Inglaterra
9 de janeiro de 2019
Categoria: Para inglês ver

A torcida do Newcastle provocou, mas foi o Sunderland que venceu o clássico que não valia ”nada” no Nordeste da Inglaterra

Dezembro ficou marcado pelo lançamento da série ”Sunderland ‘Til I Die” na Netflix, que conta a história do rebaixamento do Sunderland para a terceira divisão inglesa na última temporada. Nesse primeiro mês de lançamento a série fez certo sucesso aqui no Brasil, só que o Sunderland virou notícia mais algumas vezes desde o natal: primeiro, levando quase 8,000 torcedores visitantes fora de casa contra o Balckpool, depois estabelecendo o recorde de público da terceira divisão inglesa desde que ela foi remodelada, e por último pela partida contra o time sub-21 dos rivais Newcastle United pela Checkatrade Trophy, que teve zoação da torcida rival por conta da série na Netflix. Mas essa é só uma parte do Para Inglês Ver dessa semana, que traz muitos clássicos nas divisões inferiores na Inglaterra, viradas e empates heroicos, muitos golaços e falhas de goleiros, várias grandes zebras na FA Cup e muito mais!

VIRADA HEROICA

No Boxing Day, pela 24ª rodada da Championship, o Leeds United recebeu o Blackburn Rovers no Elland Road. Lutando pelo título, o Leeds precisava da vitória para manter a vantagem sobre o vice-líder Norwich City. Aos 33 minutos do primeiro tempo o Leeds abriu o placar com um gol contra do lateral Derrick Williams do Balckburn, mas o empate dos visitantes veio logo no começo da segunda etapa, com um gol de pênalti do zagueiro Charlie Mulgrew aos 2 minutos. A partida já se encaminhava para o fim, quando aos 45 minutos do segundo tempo Mulgrew marcou mais uma vez, dessa vez de falta, virando a partida para o Blackburn. Parecia tudo acabado para o time da casa, mas com dois gols do atacante Kemar Roofe aos 46 e 49 do segundo tempo, o Leeds virou novamente a partida, vencendo por 3-2! Confira os dois gols da virada no vídeo abaixo.

Kemar Roofe é um dos artilheiros do campeonato, tendo anotado 13 gols, três a menos que os líderes Billy Sharp, do Sheffield United, e Tammy Abraham, do Aston Villa. O Leeds United é o líder da Championship, mesmo tendo perdido as duas partidas seguintes, e está a dois pontos de vantagem do Norwich City, o segundo colocado. Já o Blackburn está na 15ª colocação, sem brigar por muita coisa.

GRANDE REMONTADA

No mesmo dia, o vice-líder Norwich City recebeu o Nottingham Forest no Carrow Road. Também precisando de uma vitória para continuar na cola do líder Leeds, o Norwich começou perdendo já no primeiro tempo, mas foi na segunda etapa que a coisa desandou e o Nottingham Forest abriu 3-0 com dois gols de Matty Cash e um de Jack Robinson. A remondada do Norwich começou faltando menos de 20 minutos para o fim da partida, com o bósnio Mario Vrančić. Já nos acréscimos, aos 49 minutos, o cubano-alemão Onel Hernández, que havia saído do banco do segundo tempo, diminuiu ainda mais a vantagem do Forest. Já era 53 minutos da segunda etapa quando, após uma falha da zaga do Forest, Onel Hernández marcou novamente e empatou a partida para o Norwich em 3-3! Um grande resultado, considerando que a partida estava 3-0 para o Nottingham Forest aos 32 minutos do segundo tempo.

Abaixo, o vídeo do gol de empate aos 53 do segundo tempo:

APAGÃO

Na rodada seguinte, novamente em casa, foi a vez do Norwich ser o time surpreendido nos minutos finais da partida. Os canários iam vencendo o Derby County por 3-2 quando ocorreu um apagão no estádio, aos 40 minutos do segundo tempo. A partida ficou paralisada por cerca de 20 minutos e na volta o Derby virou a partida para 4-3 com gols de Florian Jozefzoon e Jack Marriott aos 42 e 47 minutos do segundo tempo. Apagão nos refletores e na defesa do Norwich!

O Noriwch está na segunda colocação com 49 pontos, dois a menos que o líder Leeds. Já o Derby County está na 6ª posição com 43 pontos, dentro da zona dos playoffs.

Não foram só os refletores que sofreram um apagão em Norwich City x Derby County

RECORDE NA TERCEIRONA

Quem assistiu a série ”Sunderland ‘Til I Die” viu a torcida do Sunderland é apaixonada, mesmo lutando contra o rebaixamento na segunda divisão e agora estando na terceira divisão. Na partida do Boxing Day contra o Bradford City, aproveitando que as partidas nesse feriado já atraem geralmente um público acima da média, o novo dono Stewart Donald desafiou a torcida do Sunderland a bater o recorde de público em uma partida da terceira divisão inglesa (no novo formato, desde 2004) que pertencia ao Leeds United, de 38,256 torcedores numa partida contra o Gillingham em 2008. Com quase 8,000 torcedores de margem, a torcida do Sunderland compareceu em peso no Stadium of Light e bateu o recorde com 46,039 torcedores presentes. O público foi maior do que a partida do Tottenham contra o Bournemouth no mesmo dia no Wembley pela Premier League, inclusive.

O recorde histórico da terceira divisão, porém, continua sendo do clássico entre Sheffield Wednesday e Sheffield United no Boxing Day de 1979, com 49,309 pessoas no Hillsborough. O recorde de público do Stadium of Light continua sendo 48,353 contra o Liverpool em 2002.

46,039 torcedores no Stadium of Light para Sunderland 1-0 Bradford City no último Boxing Day

ZOAÇÃO NO CLÁSSICO

Ainda falando sobre o Sunderland, na última terça feira tivemos o clássico contra o Newcastle no Stadium of Light. Só que foi um clássico bem ”mixuruca”, pois foi disputado contra o time sub-21 do Newcastle, na Checkatrade Trophy. Esse torneio reúne todas as equipes da 3ª e da 4ª divisões da Inglaterra, além de alguns times sub-21 de times da Premier League e da Championship. O Sunderland entrou em campo com um time reserva e bateu os jovens do Newcastle por 4-0.

O público da partida foi de 16,654 torcedores, sendo cerca de 2,800 do Newcastle, que esgotaram o seu setor. Rola na internet a informação de que o Newcastle havia pedido uma carga de 10,000 ingressos para a sua torcida, mas o pedido foi recusado pelo Sunderland. Mesmo perdendo de goleada, a torcida do Newcastle não perdeu a oportunidade de zoar com os rivais, cantando ”Nós vimos vocês chorando na Netflix!”, em referência ao documentário sobre o qual já falamos aqui.

CONFRONTO NO TOPO DA TABELA

Na rodada do Boxing Day na National League, a 5ª divisão inglesa, o galês Wrexham recebeu o Salford City no Racecourse Ground para um bom público de 8,283 torcedores (sendo 276 do Salford). As duas equipes brigam, junto com o Leyton Orient, pelo título e pela única vaga direta no acesso para a 4ª divisão inglesa. Esperava-se uma partida disputada, porém o que vimos foi uma grande goleada do Wrexham por 5-1, que curiosamente não tinha nenhum jogador do País de Gales no time titular.

O meia central Akil Wright foi um dos cinco jogadores diferentes do Wrexham que marcaram na vitória por 5-1 sobre o Salford City

REVANCHE

Na National League as rodadas de Boxing Day e Ano Novo são espelhadas, então no dia 1º de janeiro as duas equipes voltaram a se enfrentar, dessa vez em Salford, na Grande Manchester. O público dessa partida de 4,044 torcedores (sendo cerca de 1,700 torcedores visitantes do Wrexham) foi o recorde de público da história do Salford City. O time da casa aproveitou a importância da partida e retrucou a derrota sofrida no Boxing Day, vencendo por 2-0.

O Wrexham acabou perdendo também as duas partidas seguintes, saindo enfraquecido da luta pelo título no período de festas.

Os times do Salford (em vermelho) e Wrexham (de branco) antes da partida na Grande Manchester

VITÓRIA IMPORTANTE FORA DE CASA, MAS COM POLÊMICA

O Leyton Orient, outro grande concorrente ao título, recebeu na rodada seguinte o Salford City em Londres. Sofreu uma dura derrota por 3-0, mas que teve polêmicas. Uma delas foi essa dura entrada do zagueiro Nathan Pond no atacante Freddie Hinds do Wrexham, que só lhe rendeu um cartão amarelo.

A briga pelo título (e consequentemente pelo acesso direto, que é somente uma vaga) após 29 rodadas, de 46 no total, está assim: o líder é o Leyton Orient, com 57 pontos. Dois pontos atrás vem o Salford City. O Solihull Moors, que venceu as duas últimas partidas, está na terceira colocação com 54 pontos. Na quarta colocação está o Wrexham, com 53 pontos. Fechando a zona dos playoffs estão o AFC Fylde, o Sutton United e o Harrogate Town.

ZAGUEIRO HEROI

No último sábado, dia 5 de janeiro, o Chesterfield recebeu o Ebbsfleet United pela 29ª rodada da National League e precisava desesperadamente de um bom resultado para a sua luta contra o rebaixamento, enquanto que os visitantes brigavam por uma vaga nos playoffs. Tudo estava dando errado para o Chesterfield, que perdia por 3-0 em casa no intervalo da partida, mas no segundo tempo veio a recuperação do Chesterfield com um grande destaque: o zagueiro Will Evans. Sues companheiros de equipe Tom Denton e Marc Fortuné já haviam diminuído o placar para 3-2 quando, aos 50 minutos do segundo tempo, Evans empatou a partida com um gol de cabeça, para o delírio da torcida do Chesterfield. Acontece que logo no minuto seguinte o goleiro do time da casa, Callum Burton, foi expulso após levar um bobo segundo amarelo, cometendo o pênalti. Quem foi para o gol? O zagueiro Will Evans, que acabou defendendo a penalidade. Que estrela do zagueirão!

O Chesterfield continua na 22ª colocação, dentro da zona do rebaixamento, com 26 pontos. O Ebbsfleet está na 9ª colocação com 44 pontos, a três pontos de distância dos playoffs.

SÓ GOLAÇOS NO CLÁSSICO

No Boxing Day da National League South, na 6ª divisão inglesa, o Torquay United, do condado de Devon, recebeu o Truro City, da Cornualha, num clássico do Sudoeste da Inglaterra. O Torquay venceu por 4-2 e os quatro primeiros gols da partida (um do Truro e três do Torquay), que foram marcados num espaço de 18 minutos ainda no primeiro tempo, chamaram a atenção, só golaço!

VITÓRIA ”FORA DE CASA”

Assim como na National League, na National League South as partidas de Boxing Day e de Ano Novo também são espelhadas, então o clássico voltou a ser jogado no dia 1º de janeiro, dessa vez com o mando do Truro City. Acontece que o Truro está mandando as suas partidas dessa temporada no estádio do Torquay, já que o seu estádio na Cornualha já foi vendido pelos donos do terreno antes do começo da temporada. Existe um projeto de estádio para 10,000 pessoas na Cornualha, que não possui nenhum estádio grande e nem time profissional de futebol, mas que muito dificilmente estará pronto até o começo da próxima temporada.

Por isso, a vitória do Torquay por 3-1 no primeiro dia de 2019 foi vista por um público de 2,812 torcedores, sendo 2,760 ”visitantes”, já que o mando foi invertido.

O Torquay United está na liderança da National League South com 54 pontos, enquanto que o Truro City está na 18º colocação com 26 pontos, estando somente a duas colocação de distância da zona do rebaixamento.

O estádio Plainmoor, em Torquay, esteve lotado de torcedores ”visitantes” do próprio Torquay no clássico contra o Truro

GOLPE BAIXO

Outro clássico no dia de Ano Novo foi entre Altrincham e Stockport County, dois times da Grande Manchester, pela 24ª rodada da National League North, na 6ª divisão inglesa. O Stockport County venceu por 1-0 fora de casa com esse gol do atacante Matthew Warburton, após uma infelicidade do jogador do Altrincham no meio campo, levando um ”golpe baixo” da bola.

GOLEIRO DESATENTO

Na rodada seguinte o Stockport County recebeu o Bradford Park Avenue no Edgeley Park e conseguiu uma boa vitória por 3-0. Um gols gols da partida saiu dessa desatenção do goleiro Jack Atkinson, do Bradford PA.

Após 25 rodadas, o Bradford Park Avenue é o vice-líder da divisão com 55 pontos e o Stockport vem logo atrás, na terceira colocação, com 54 pontos.

GOLAÇO NO CLÁSSICO

No dia de Ano Novo o Kiddersminster Harriers recebeu o rival Hereford FC e venceu por 2-1 com esse golaço do volante Declan Weeks.

O Hereford está na 19ª colocação, somente uma acima da zona de rebaixamento, com 25 pontos. Já o Kiddersminster está na 9ª posição, com 37 pontos, brigando por uma vaga nos playoffs.

LAMBANÇA DA ZAGA

No último sábado, dia 5 de janeiro, o Dulwich Hamlet recebeu o Bath City pela 25ª rodada da National League South e perdeu por 2-0. O segundo gol do time visitante, marcado pelo atacante Ross Stearn, veio após essa lambança do zagueiro e do goleiro do Dulwich Hamlet.

O Dulwich Hamlet, que subiu de divisão na temporada passada, está na 17ª colocação da liga, com 26 pontos, três colocação acima da zona do rebaixamento. Já o Bath City está na 3ª colocação, dentro da zona dos playoffs, com 44 pontos.

GOLAÇO DE CALCANHAR

Veja só esse belo gol de calcanhar marcado pelo ponta Fraser Hansen do Selby Town, da 10ª divisão inglesa, na vitória por 7-0 contra o Shirebrook Town. O Selby Town é o 6ª colocado na liga e Shirebrook Town é o 12º.

ROLADA NA BOLA -> CRUZAMENTO -> VOLEIO -> NO ÂNGULO

Mais um golaço, agora na 8ª divisão inglesa. O Heybridge Swifts bateu o Goggeshall Town fora de casa por 1-0 graças a esse golaço de voleio do meia Elliott Ronto. Destaque também para a bela assistência!

O Heybridge Swifts está na vice-liderança da liga com 41 pontos, três atrás do líder Bowers & Pitsea. Já o Coggeshall está na 5ª colocação, dentro da zona dos playoffs, com 36 pontos.

PRESENTE DE NATAL ATRASADO

Pela 23ª rodada da National League South, no dia 29 de dezembro, o Oxford City bateu o Wealdstone fora de casa por 2-0 com dois gols do atacante Kabongo Tshimanga. Um deles foi esse baita presente do goleiro do Wealdstone!

O Oxford City está na 108ª colocação da liga com 37 pontos e o Wealdstone está na 12 posição com três pontos a menos

BELO VOLEIO

Ainda na National League South, o Billericay Town visitou o St Albans City no dia 29 de dezembro e perdeu por 2-1 com um gol aos 49 minutos do segundo tempo. Uma vitória decepcionante, mas pelo menos o gol do Billericay foi esse belo gol de voleio do atacante Adam Coombes. No ângulo!

DE COBERTURA

Alguns dias antes o Billericay havia recebido o Woking em casa e tinha sofrido uma dura derrota por 4-0. Um dos gols foi esse belo gol de cobertura do meia Max Kretzschmar.

O Woking está na segunda colocação da liga com 49 pontos, cinco a menos que o líder Torquay United, mas tem três jogos a menos. Já o Billericay está na 7ª posição, dentro da zona dos playoffs. com 41 pontos.

RECUO ERRADO

No dia 29 de dezembro o Woking recebeu o Eastbourne Borough pela 23ª rodada da National League South e venceu por 2-0. Um dos gols foi esse gol contra do zagueiro Tom Gardiner do Eastbourne, que tentou recuar para o goleiro mas acabou colocando dentro da própria meta.

DE BUNDA NO CHÃO

O Woking voltou a entrar em campo no último sábado, dessa vez pelo FA Cup, e o adversário foi forte: o Watford da Premier League. Nesse confronto não teve zebra, pois o Watford venceu confortavelmente por 2-0 com gols de Will Hughes e Troy Deeney. O lance que marcou a partida foi esse do vídeo abaixo, quando o bandeirinha acabou caindo na placa de publicidade. Repare no sorriso na cara do jogador do Woking e na comemoração da torcida!

Na próxima fase o Watford enfrentará o Newcastle ou o Balckburn, fora de casa.

ZEBRA EM LONDRES

Uma das várias zebras da última fase da FA Cup aconteceu no Craven Cottage, em Londres. O Fulham, da Premier League, recebeu o Oldham Athletic, da quarta divisão, e perdeu de virada por 2-1 levando gols aos 31 e 43 minutos do segundo tempo. Mitrovic ainda perdeu um pênalti aos 30 do segundo tempo, apenas um minuto depois de sair do banco de reservas, antes do gol da virada do Oldham. Cerca de 4,000 torcedores do Oldham vieram desde a Grande Manchester acompanhar a classificação fora de casa. Um dos lances da partida ocorreu no primeiro tempo, quando o ponta Neeskens Kebano do Fulham simulou um pênalti, levou cartão amarelo e uma dura do volante australiano Jordan Lyden do Oldham.

Na próxima fase o Oldham enfrentará o Doncaster Rovers fora de casa, um sorteio que ambas as torcidas odiaram. Por que? Porque as duas equipes já se enfrentaram 6 vezes em copas nos últimos 12 anos, além de várias partidas da terceira divisão. Já não aguentam mais ver a cara um do outro!

A zebra passeou no Craven Cottage: Fulham 1-2 Oldham Athletic

ZEBRA EM GALES

O galês Newport County, que temporada passada na FA Cup já havia complicado para Leeds United (vitória em casa) e Tottenham (empate em casa, levando pro replay no Wembley), fez mais uma grande vítima no último fim de semana. Dessa vez foi o Leicester City, uma vitória por 2-1 graças a um gol de pênalti aos 40 do segundo tempo do goleador irlandês Pádraig Amond.

Na próxima fase o Newport enfrentará o Middlesbrough fora de casa.

ZEBRA EM SHEFFIELD

Outra zebra aconteceu no Bramall Lane, em Sheffield. O Barnet, da quinta divisão, eliminou o Sheffield United, da segunda, graças a um gol de pênalti do atacante Shaquile Coulthirst, ainda no primeiro tempo. Veja só a comemoração do time com a torcida fora de casa!

Na próxima fase o Barnet receberá o Brentford, também da segunda divisão. Esse será o clássico das abelhas, já que os dois times possuem esse apelido.

VAR EM AÇÃO

O Burnley recebeu o Barnsley, da terceira divisão, e venceu com um gol de pênalti do atacante Chris Wood aos 47 do segundo tempo. Mais cedo, quando a partida ainda estava 0-0, o tcheco Matej Vydra foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti. Acontece que quando ele já estava indo fazer a cobrança, o árbitro de vídeo avisou corretamente o árbitro de que Vydra estava impedido no lance, invalidando o pênalti e retirando o cartão amarelo que ele havia dado para o zagueiro do Barnsley.

PELA PRIMEIRA VEZ

No dia 29 de dezembro o Rangers recebeu o grande rival Celtic no Ibrox pela 21ª rodada do campeonato escocês. Pela primeira vez desde que o clube foi refundado, em 2012, o Rangers conseguiu uma vitória contra o Celtic. Desde então haviam sido 14 partidas, com 11 vitórias do Celtic e três empates. O gol da vitória por 1-0 foi marcado pelo meia Ryan Jack.

CLÁSSICO DA CAPITAL

No mesmo dia também teve clássico na capital da Escócia, Edimburgo, entre Hibernian e Hearts. Esse é um clássicos mais antigos do mundo, sendo disputado pela primeira vez no natal do ano de 1875. O clássico foi disputado no Easter Road, casa do Hibernian, mas foi o Hearts que saiu vencedor, com esse golaço do meia Olly Lee ainda no primeiro tempo.

Com essa vitória, o Hearts chegou à marca de 283 vitórias no clássico, contra 204 do Hibernian.

GOLAÇO DA SEMANA

Mostramos vários belos gols nessa edição do Para Inglês Ver, mas o que leva o prêmio de golaço da semana pra casa é essa bela bicicleta do ponta Theo Bailey-Jones para o Stafford Rangers, no empate por 1-1 contra o Workington na 7ª divisão inglesa.

TORCIDA DA SEMANA

Além do recorde de público na League One que já falamos lá em cima, a torcida do Sunderland também chamou a atenção quando foi em peso para a partida fora de casa contra o Blackpool no dia de Ano Novo. Do público total, que foi de 10,994 torcedores, 7,804 eram do Sunderland. Essa contagem também leva em conta, porém, torcedores do Blackpool que possuem o carnê para todos os jogos da temporada mas que não foram para o jogo. Quem estava no estádio relata que com certeza não haviam 3,000 torcedores do Balckpool. O vídeo abaixo mostra como a torcida do Sunderland tomou grande parte do estádio, que tem capacidade para 14,413 pessoas.

Vale lembrar que a torcida do Blackpool está a algum tempo boicotando as partidas do clube em protesto contra os Oyston, que controlam o clube.

 

Postado por Eduardo Werner De São José dos Pinhais - PR, tenho 18 anos e estudo Relações Internacionais. Sou fã do futebol inglês e escocês, torço para Atlético Paranaense, Manchester United, Celtic e South Shields, da 7ª divisão inglesa