Para inglês ver #48 –Tabu de 84 anos quebrado, clássico com ânimos aquecidos e Harry Redknapp ”Rei da Selva”
23 de dezembro de 2018
Categoria: Para inglês ver

Clima tenso no clássico entre Port Vale e Stoke City

Após 3 meses de uma longa pausa, o Para Inglês Ver volta com tudo o que aconteceu de mais interessante nas últimas rodadas das divisões inferiores no futebol inglês! Teve tabu de mais de 58 anos sendo quebrado em Nottingham, clássico entre Port Vale e Stoke com clima tenso nas arquibancadas, golaços de falta de antes do meio de campo, muitas falhas de goleiros, Harry Redknapp sendo coroado o ”Rei da Selva” e muito mais! Vem com a gente!

VIRADA NOS ACRÉSCIMOS

Abrimos essa edição do Para Inglês Ver com um grande jogo, que teve direito a três viradas, disputado no dia 10 de novembro pela 17ª rodada da segunda divisão inglesa entre Norwich City e Millwall. O primeiro tempo não foi lá muito movimentado, tendo somente o primeiro gol do Millwall, marcado de cabeça pelo atacante Tom Elliott. Logo na volta do intervalo, aos 4 minutos do segundo tempo, o finlandês Teemu Pukki empatou para o Norwich e menos de dez minutos depois teve a chance de virar a partida, mas errou um pênalti. O placar persistiu empatado por bastante tempo, até que aos 34 do segundo tempo o meia central Moritz Leitner acertou um belo chute de fora da área e marcou para o Norwich. Porém, a alegria dos canários durou pouco, já que logo no reinício da partida o Millwall empatou com Ryan Leonard. E ficou pior: dois minutos depois o Millwall virou a partida para 3-2 com um gol de Jed Wallace após uma falha de reposição do goleiro do Norwich. A partida já estava nos acréscimos quando veio mais uma virada, dessa vez pro Norwich City: o empate veio aos 47 minutos com o atacante Jordan Rhodes e a virada veio cinco minutos mais tarde, aos 52 minutos, com mais um gol do finlandês Teemu Pukki.

Já chegamos na metade da temporada da Championship e o Norwich City, que liderou a liga em parte do primeiro turno, passou o Natal na segunda colocação com 47 pontos, um a menos que o líder Leeds United. Já o Millwall está na outra ponta da tabela, na 22ª colocação com 19 pontos e é o primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

O finlandês Teemu Pukki, um dos artilheiros da Championship, marcou nos acréscimos o gol da vitória do Norwich

PLACAR BAILARINO

Outra grande partida foi disputada no Villa Park entre Aston Villa e Nottingham Forest no dia 28 de novembro, pela 19ª rodada da Championship. Foi um eletrizante empate por 5-5, com direito a quatro gols de Tammy Abraham para o Aston Villa e quatro assistências de Joe Lolley para o Nottingham Forest. O Forest jogou desde os 23 minutos da segunda etapa com um jogador a menos, quando o zagueiro português Tobias Figueiredo foi expulso. O último gol da partida saiu aos 37 do segundo tempo, quando Lewis Grabban marcou o seu segundo gol na partida para o Nottingham Forest. O Aston Villa ainda teve dois gols bem anulados nos acréscimos do segundo tempo, um por impedimento e outro pelo gol ter sido marcado com a mão.

Os dois times brigam no momento por uma vaga nos playoffs, mas nenhum deles passou o Natal na zona de classificação. O Nottingham Forest está na 7ª colocação com 35 pontos, três a menos que o Sheffield United, o primeiro time dentro da zona de classificação. Já o Aston Villa está um pouco mais atrás, na 11ª colocação com 33 pontos.

Lewis Grabban marcou dois gols nesse jogo maluco, incluindo o de empate do Forest já na reta final da partida

PROTESTO DA TORCIDA

Três rodadas depois o Nottingham Forest foi até Derby para enfrentar o seu grande rival Derby County. A partida em si não foi muito emocionante e acabou empatada em 0-0, mas o momento mais interessante da partida veio das arquibancadas. Ainda no primeiro tempo a torcida do Forest cantou em alto e bom som que a Sky Sports, emissora de televisão que detém os direitos de transmissão de partidas na Inglaterra, é uma merda (SKY TV IS FUCKING SHIT! SKY TV IS FUCKING SHIT!). O mais engraçado é que o som ambiente da torcida foi então imediatamente cortado e substituído por uma trilha sonora genérica de torcida.

Praticamente todas as torcidas inglesas odeiam a Sky Sports, principalmente pelo seu hábito de remarcar partidas para os domingos ou dias de semana para poder transmitir na televisão. Os ingleses simplesmente odeiam partidas de liga que não sejam nos sábados a tarde, então esses cânticos contra a emissora já estão se tornando comuns nos estádios ingleses.

QUEBRA DE TABU HISTÓRICO

Na rodada seguinte, o Forest recebeu o Queens Park Rangers no City Ground e perdeu por 1-0. Esse jogo foi especial por um motivo: o QPR nunca havia vencido o Forest nesse estádio. A primeira partida havia sido realizada em 1934, e desde então foram 20 vitórias do Nottingham Forest e 14 empates. Tabu quebrado!

SOLIDEZ DEFENSIVA

O líder da Championship e melhor equipe da competição é o Leeds United. Os whites venceram 8 dos últimos 10 jogos na competição, possuem um dos artilheiros do campeonato (Kemar Roofe, com 11 gols), o líder em assistência (Pablo Hernández, com 9 passes para gol) e o treinador Marcelo Bielsa. A solidez da defesa é um dos principais pontos do Leeds, que tem a segunda melhor defesa do campeonato, com 20 gols sofridos em 23 partidas.

Veja só esse lance, fora de casa contra o Wigan, onde sete jogadores do Leeds defenderam um contra-ataque contra um atacante solitário do time da casa. Vitória por 2-1 com gols de Kemar Roofe e Pablo Hernández.

MÃO BOBA

Três rodadas depois o Leeds recebeu o Reading e conseguiu uma vitória relativamente fácil por 1-0, mas já nos acréscimos da partida ocorreu um lance curioso, onde o lateral Chris Gunter do Reading dá um socão na bola quando ela estava no ar, mas ainda dentro de campo. Seria pênalti, mas o lance passou despercebido.

”QUANDO VOCÊ NASCEU AQUI ERA TUDO MATO”

Uma das grandes partidas das últimas rodadas da Championship foi entre o 6º colocado Sheffield United e o 3º colocado West Bromwich, na casa do Sheffield United. O West Brom venceu de virada por 2-1 e um dos gols foi marcado pelo veterano Gareth Barry, de 37 anos, com essa bela finalização do vídeo abaixo. O passe para o gol foi dado pelo meia Harvey Barnes. Quando Barry fez a sua estreia profissional pelo Aston Villa, em 1997, Barnes tinha apenas 6 meses de idade! Experiência e juventude lado a lado.

NA BOCA DO POVO

A torcida do West Bromwich estreou nessa partida um cântico muito curioso. Em fevereiro desse ano o West Brom estava treinando em Barcelona quando quatro de seus jogadores, Gareth Barry, Jonny Evans, Jake Livermore e Boaz Myhill, resolveram, provavelmente muito embriagados, roubar um taxi para voltar ao hotel onde o time estava hospedado.

A letra da música diz: ”Ooo ee ooo, nós temos o Gareth Barry, ooo ee ooo, ele roubou a porra de um táxi, ooo ee ooo, ele achou que estava jogando GTA…’

À LA SUÁREZ

Pela 19ª rodada da Championship, o Stoke City bateu o Derby County em casa pelo placar de 2-1. O lance mais curioso da partida, porém, não foi nenhum dos gols, mas sim essa confusão entre os meias Bradley Johnson, do Derby, e Joe Allen, do Stoke. Aparentemente, ambos tentaram morder o oponente, o que resultou em cartão amarelo para os dois.

Johnson mais tarde acabou recebendo uma punição de 5 jogos pelo ocorrido, apesar de Joe Allen ter afirmado que ele não o teria mordido.

SE GARANTE NO ATAQUE E DEBAIXO DA TRAVE

Pela 16ª  rodada da Championship, o Preston North End visitou o lanterna Ipswich Town e saiu com um empate por 1-1. O grande nome da partida foi o meia Paul Gallagher, do Preston, que saiu do banco de reservas aos 27 minutos do segundo tempo, marcou de falta o gol do empate no minuto seguinte e dois minutos mais tarde teve que ir para o gol após a expulsão do goleiro Chris Maxwell. Paul Gallagher ainda fez uma boa defesa no final da partida, garantindo o empate em 1-1.

MÃO DE ALFACE

Se no Preston temos o meia Paul Gallagher que consegue quebrar um galho no gol, não podemos dizer o mesmo de Declan, o próprio goleiro do time. Veja só esse frango que ele levou na derrota por 3-0 fora de casa para o Birmingham City, pela 20ª rodada da Championship.

ÊÊÊ GOLEIRÃO!

Outra falha de goleiro na Championship, dessa vez de Darren Randolph, do Middlesbrough, na derrota por 3-0 dentro de casa para o Aston Villa, também na 20ª rodada.

MUSTELA PUTORIOS FURO, O FURÃO

E não param de surgir falhas de goleiro. Agora de Josh Lillis, goleiro do Rochdale, na derrota por 2-1 em casa para o Plymouth Argyle pela 22ª rodada da League One, a terceira divisão inglesa. O gol contra, porém, foi dado para David Perkins, volante do Rochdale, que deu o passe para trás.

CLÁSSICO DAS CERÂMICAS

Recentemente tivemos a disputa do clássico entre Port Vale e Stoke City pela primeira vez desde 2002. O Potteries Derby, ou clássico da cerâmica (devido à cidade de Stoke-on-Trent ser uma grande produtora de cerâmicas), foi válido pelo Checkatrade Trophy, torneio que conta com a participação de times da terceira e quarta divisões da Inglaterra, além de alguns times sub-21 da Premier League e Championship, incluindo o Stoke City. O clássico, que não era disputado há 16 anos, cativou as torcidas de ambos os clubes, que marcaram presença no Vale Park, a casa do Port Vale. Ao todo 7,940 torcedores compareceram à partida, sendo cerca de 4,000 do Stoke City. O clima nas arquibancadas estava tenso, mas dentro de campo foi uma vitória tranquila do Port Vale por 4-0. Luke Hannant, que marcou o quarto gol da partida, ainda bebeu uma cerveja que foi atirada nele pela torcida do Stoke City durante a comemoração de seu gol. Com a derrota, segue o tabu do Stoke City de não bateu os seus rivais da cidade desde 1997.

Os torcedores visitantes do Stoke City estavam com os ânimos aquecidos e foram muito violentos, causaram distúrbios nas arquibancadas e atiraram sinalizadores no gramado (além da garrafa de cerveja). Onze torcedores foram presos. O maior estrago foi visto nos banheiros do modesto Vale Park, o estádio do rival:

EM CIMA DA LINHA

O Wingate & Finchley, da 7ª divisão inglesa, recebeu o Dulwich Hamlet, da 6ª, em frente de 202 torcedores para uma partida valida pela FA Trophy, uma copa nacional para clubes da 5ª, 6ª e 7ª divisão na Inglaterra. O lance abaixo teve grande repercussão por causa da pressão que o time da casa fez sobre a defesa do Dulwich Hamlet numa cobrança de escanteio, com a bola sendo tirada em cima da linha diversas vezes. Todo esse esforço, porém, foi em vão, já que o Wingate & Finchley acabou vencendo a partida por 2-0.

GOLEIRO CARRO

O Dulwich Hamlet realizou recentemente um amistoso contra o Crystal Palace com o objetivo de levantar fundos para o clube, que foi expulso de seu estádio na reta final da última temporada. Durante o primeiro tempo do amistoso, que acabou sendo vencido pelo Crystal Palace por 5-0, o locutor do estádio chamou diversas vezes pelo dono de um carro smart, que estava bloqueando a passagem de outros carros e que seria guinchado. Acontece que o carro era de Preston Edwards, goleiro do Dulwich Hamlet, que do gol gritava desesperado ”É o meu carro, é o meu carro!!”. Ele mais tarde postou no twitter: ”As duas primeiras vezes que o locutor anunciou eu ignorei. Na terceira vez ele mencionou que meu carro estava sendo guinchado, ai eu entrei em pânico”.

NOCAUTE

Olha só esse lance que aconteceu na partida entre Walsall e Shrewsbury Town, valida pela 11ª rodada da terceira divisão inglesa, que acabou empatada em 0-0. Já nos minutos finais da partida, aos 39 do segundo tempo, o volante Anthony Grant do Shrewsbury foi recolocar a bola em jogo e acabou acertando em cheio no rosto do volante Isaiah Osbourne, do Walsall, que  teve que sair do campo de maca.

PACOTÃO DE REFORÇOS

No último dia 15 de dezembro o Southport, da 6ª divisão inglesa, recebeu o Solihull Moors, a 5ª divisão, em uma partida válida pela FA Trophy. Ambas as equipes teriam grandes partidas no final de semana seguinte pela FA Cup, contra Tranmere Rovers e Blackpool, que valiam uma classificação para jogar contra Tottenham e Arsenal, respectivamente, na fase seguinte. Por isso, Southport e Solihull Moors resolveram não entrar com força total na partida entre eles. Acontece que o Southport decidiu não utilizar os seus reservas e nem os jogadores de sua base, mas sim contratar NOVE jogadores somente para essa partida em específico. Um desses contratados foi Alex Russell Junior, filho de Alex Russell, lenda do Southport que disputou mais de 400 partidas pelo clube nos anos 60. O pai estava no estádio para acompanhar a estreia de seu filho no time, acontece que Alex Russell Junior já tem 45 anos, se aposentou do futebol em 2013 e inclusive já havia trabalhado como auxiliar técnico no Southport em 2016. Coisas que só acontecem no futebol semi-profissional inglês.

Apesar dos nove reforços, o Southport perdeu a partida por 1-0 e no final de semana seguinte ambos acabaram sendo eliminados na FA Cup.

O Southport, de amarelo, foi derrotado pelo Solihull Moors, em azul. Alex Russell Junior, ao fundo, fez a sua estreia pelo Southport

SHOW DE HORRORES

No vídeo abaixo você verá, provavelmente, os 13 piores segundos de futebol apresentados nessa temporada do futebol inglês. Essa sequência de jogadas bizarras aconteceu no empate por 1-1 entre Lincoln City e Mansfield, pela 19ª rodada da League Two, a quarta divisão inglesa.

Apesar disso, ambas as equipes estão bem na tabela: o Lincoln City é o líder isolado e o Mansfield está na 5ª colocação, dentro da zona de classificação para os playoffs.

PELA PRIMEIRA VEZ

Sol Campbell, grande zagueiro inglês que fez história na Premier League jogando pelos rivais Tottenham e Arsenal, começou agora em 2018 a sua carreira como treinador no Macclesfield Town, da 4ª divisão inglesa. Ele assumiu o cargo no dia 27 de novembro, quando a equipe já estava na lanterna da competição. Uma semana depois, porém, veio talvez a sua pior derrota até aqui no comando do clube: após um empate em 1-1 com o time sub-21 do Newcastle na Checkatrade Trophy, o Macclesfield perdeu nos pênaltis, a primeira vez em 144 de história que o clube perdeu uma disputa de pênaltis.

CLIMA NATALINO

O Cambridge United, muito conhecido aqui no Brasil pela sua sigla CU, estampada no escudo, aproveitou o clima de natal e desenhou duas árvores de natal no gramado do Abbey Stadium, a sua casa. Ficou muito bonito, CUzão!

O REI DA SELVA

O ”I’m a Celebrity… Get Me Out Of Here!” (em português: Eu sou uma celebridade… Me tire daqui!) é uma espécie de Big Brother da TV inglesa que reúne (sub)celebridades numa selva na Austrália, que são eliminados de acordo com votações do público. A edição de 2018 do programa terminou nesse mês de dezembro e o grande vencedor foi… Harry Redknapp!

O treinador inglês, que já trabalhou em equipes como Tottenham, Southampton, Portsmouth, Bournemouth, QPR, West Ham, Birmingham e até mesmo na seleção da Jordânia, alavancou a audiência do programa e ganhou a votação do público em todas as ocasiões, sendo coroado como o ”Rei da Selva” no último dia 9 de dezembro.

Redknapp é o primeiro participante vindo do mundo do futebol a ganhar uma edição do reality show, que já contou em anos anteriores com a participação de Kieron Dyer, ex-West Ham, Wayne Bridge, ex-Southampton e Chelsea, Dennis Wise, ex-Wimbledon e Chelsea e até mesmo Rebekah Vardy, esposa do atacante Jamie Vardy.

O treinador Harry Redknapp foi coroado o ”Rei da Selva” pela audiência inglesa

CARRINHO CRIMINOSO

Pela 15ª rodada do Campeonato Escocês, o Rangers visitou o Hearts em Edimburgo e venceu de virada por 2-1. Só que o lance que mais chamou a atenção na partida não foi nenhum dos gols, mas sim esse carrinho de Scott Arfield, a primeira contratação de Steven Gerrard como técnico do Rangers, pra cima do goleiro Zdeněk Zlámal do Hearts. Expulsão direta, claro.

COBRANÇA RÁPIDA

Começamos agora com alguns golaços marcados nas últimas rodadas nos gramados da Inglaterra. O primeiro foi esse marcado pelo atacante Ivan Toney, do Peterborough United, no empate por 4-4 contra o Bradford City pela FA Cup. Toney anotou um hat-trick nessa partida, acabou perdendo o seu pênalti na cobrança de penalidades, mas o Peterborough venceu por 3-2 e avançou para a próxima fase.

DO MEIO DA RUA

Outro golaço de falta do meio de campo foi esse marcado pelo zagueiro Ed Palmer do Taunton Town, da 7ª divisão inglesa, na vitória por 7-0 sobre o Harrow Borough.

SÓ VALE GOLAÇO

Pela 18ª rodada da quartão divisão inglesa, o Bury conseguiu uma grande vitória por 4-0 em casa sobre o Stevenage. O que impressionou foram os gols: só pancada de longe!

DE BICICLETA

O gol mais bonito dos últimos três meses, porém, veio de um time da 7ª divisão inglesa, o South Shields, na vitória por 4-0 sobre o North Ferriby United por uma partida válida pela FA Trophy. Um golaço de bicicleta de fora da área!

 

 

Postado por Eduardo Werner De São José dos Pinhais - PR, tenho 18 anos e estudo Relações Internacionais. Sou fã do futebol inglês e escocês, torço para Atlético Paranaense, Manchester United, Celtic e South Shields, da 7ª divisão inglesa