Para inglês ver #44 – Pré-temporada, amistosos e pênalti no oceano
8 de agosto de 2018
Categoria: Para inglês ver

420 pessoas na Escócia presenciaram um dos resultados mais esperados das últimas décadas

Depois de quase dois meses parado, o Para Inglês Ver está de volta! O verão foi longo e quente na Inglaterra, assim como a pré-temporada dos clubes das divisões inferiores por lá. No PIV de hoje, falaremos sobre tudo o que rolou na intertemporada: amistosos, partidas dos clubes britânicos nas fases preliminares das competições europeias, transferências, novos treinadores, os melhores e piores uniformes da temporada, assim como a primeira fase da Copa da Liga Escocesa. Confira!

♫ CHOVE CHUVA, CHOVE SEM PARAR… ♪

O primeiro amistoso sobre o qual falaremos aqui hoje nem foi finalizado. O clássico entre Middlesbrough e Sunderland, disputado no Riverside Stadium para um público de 7,509 pessoas, só foi jogado até o intervalo. Isso porque uma chuva torrencial começou a cair na metade do primeiro tempo. A arbitragem então decidiu cancelar a partida por causa do perigo de um raio atingir alguém no campo.

DO MEIO DA RUA

Outro amistoso do Middlesbrough nessa pré-temporada foi fora de casa contra o Accrington Stanley, atual campeão da 4° divisão inglesa. Apesar do favoritismo, o Middlesbrough saiu derrotado pelo placar de 4-3 em um jogo muito movimentado, com direito a três viradas. Apesar da derrota, o gol mais bonito da partida foi esse chutaço de fora da área do meia central Johnny Howson. O Accrington Stanley, que conseguiu um título heróico da 4° divisão na temporada passada, teve um ótimo desempenho nessa pré temporada. Além da vitória em cima do Middlesbrough, conseguiu bater o Huddersfield Town e o Blackburn Rovers.

BELO REFLEXO

Já o Sunderland fez mais alguns amistosos contra times da região, empatando em 1-1 com o Hartlepool United, da 5° divisão, e perdendo por 1-0 para o Darlington, da 6°. A única vitória da pré temporada veio pra cima do St Mirren, atual campeão da segunda divisão da Escócia, fora de casa por 6-0. Apesar do placar elástico, o melhor lance da partida não foi nenhum dos seis gols, mas sim essa bela defesa de Jon McLaughlin, goleiro do Sunderland.

CENAS LAMENTÁVEIS

O amistoso entre Mansfield Town, da 4° divisão, e Sheffield Wednesday, da 2°, terminou de forma lamentável. Poucos minutos antes do fim da partida, que estava sendo vencida pelo Mansfield Town por 2-1, os dois times se envolveram em uma grande briga com participação de jogadores e membros das comissões técnicas. Após a partida, o Mansfield lançou uma nota dizendo que fez uma denúncia de racismo direcionado ao seu capitão Krystian Pearce para a Polícia de Nottinghamshire e para a Federação Inglesa de Futebol. O Sheffield Wednesday negou prontamente qualquer ato racista de seus jogadores.

DEIXANDO A SUA MARCA

O Oxford United, da 3° divisão inglesa, conseguiu uma grande vitória nessa pré temporada ao vencer o Leeds United pelo placar de 4-3. Apesar disso, o gol mais bonito da partida foi marcado por Tyler Roberts, jovem de 19 anos do Leeds que marcou o seu primeiro gol em sua primeira participação no time titular do Leeds.

BELO LANÇAMENTO, DOMÍNIO MELHOR AINDA

O Preston North End, da 2° divisão inglesa, fez uma boa pré temporada, tendo perdido apenas uma partida (3-2 para o Burnley). O melhor momento da intertemporada do time com certeza foi esse gol do meia Billy Bodin no empate por 2-2 com o West Ham. Destaque também para o belo lançamento de Andrew Hughes. https://twitter.com/PNEFCBrasil/status/1020947382366765057?s=19

PLACAR MALUCO

A partida mais maluca dessa pré temporada com certeza foi entre West Super Mare, da 6° divisão, contra Forest Green Rovers, da 4°. A partida terminou empatada em 6-6, com direito a gol de empate do Weston Super Mare aos 45 do segundo tempo. O destaque da partida foi o atacante Christian Doige, do Forest Green, com 3 gols marcados. O do vídeo abaixo foi o mais bonito.

ÊÊÊ GOLEIRÃO

O Hull City fez parte da sua preparação para a temporada em Portugal, disputando amistosos contra Sporting Braga e Maritimo. Contra o Braga perdeu de 4-1, já contra o Marítimo a história foi diferente, mas muito por conta do goleiro adversário. Vitória de virada por 2-1.

CONFRONTO MALUCO

Hibernian, da Escócia, e NSÍ Runavik, das Ilhas Faroé, fizeram o confronto mais maluco das fases qualificatórias da Europa League. Na partida de ida, na Escócia, o Hibernian venceu confortavelmente por 6-1. Na partida de volta, nova vitória do Hibernian, dessa vez por 6-4, em uma partida muito movimentada. Classificação do Hibernian por 12-5 no agregado. A partida da volta, nas Ilhas Faroé, ficou marcada pela forte neblina que atrapalhou a visibilidade de boa parte do jogo. O gol mais bonito do confronto foi uma bela cobrança de falta do meia Stephen Mallan, do Hibernian. Na fase seguinte os Hibs eliminaram o Asteras Tripolis do Chipre e agora enfrentam o Molde FK, da Noruega.

Muita névoa nas Ilhas Faroé

 

CONFRONTO BRITÂNICO

O Burnley demorou 51 anos para voltar a disputar uma competição europeia. A torcida estava ansiosíssima para saber quem iriam pegar no sorteio, pois muito provavelmente seria essa a primeira viagem internacional seguindo o seu clube. Acontece que foram sorteados para jogar contra o Aberdeen, da Escócia, a apenas 5 horas de trêm de distância. Foi assim que um famoso torcedor do Burnley, o Youtuber Vizeh, reagiu: https://twitter.com/Curiosidades_PL/status/1009572068105572353?s=19 O confronto entre ingleses e escoceses ficou marcado pelas provocações nas arquibancadas. Tanto no jogo da ida como no jogo da volta, a torcida do Burnley cantava “England, England, England…” para os torcedores do Aberdeen, que respondiam cantando o hino da Escócia. Os ingleses então retrucavam cantando God Save the Queen, o hino do Reino Unido, e outras canções patrióticas. Dentro de campo, quem se saiu melhor foi o Burnley. Na partida de ida, na Escócia, empate por 1-1. Na volta, novo empate por 1-1 no tempo normal e vitória do Burnley por 3-1 na prorrogação. O gol mais bonito do confronto foi esse golaço de bicicleta de Lewis Ferguson, meia de 18 anos do Aberdeen. Para a alegria da torcida do Burnley, o clube foi sorteado para jogar contra o İstanbul Başakşehir na próxima fase qualificatória, bem longe de casa.

PRIMEIRO TRABALHO NA ZONA TÉCNICA

Frank Lampard é o novo técnico do Derby County, da 2° divisão inglesa. O meia ex-Chelsea, West Ham, Manchester City e New York City fará o seu primeiro trabalho como treinador de futebol. Após a sua aposentadoria em 2016, Lampard trabalhou como comentarista em alguns canais ingleses, como a BBC, a ITV e a BT Sport. Lampard chega para tentar finalmente conseguir o acesso do Derby para a Premier League, que anda batendo na trave nos últimos anos.

INDO PRO NORTE

Outro ex-meia inglês que assumirá o comando de um grande clube nessa temporada é Steven Gerrard. O meia ex-Liverpool e LA Galaxy é o novo treinador do Rangers da Escócia. Sua tarefa será quebrar a hegemonia do rival Celtic na liga local, campeão das últimas 7 temporadas e detentor de duas tríplices coroas seguidas nas últimas temporadas. Diferentemente de Lampard, Gerrard já tinha experiência como treinador, mesmo que pequena, pelo sub-19 do Liverpool.

NOVOS ARES

A terceira grande contratação de técnico para essa temporada foi a ida de Marcelo “El Loco” Bielsa para o Leeds United. O treinador argentino comandou inúmeras equipes ao longo de sua carreira, mais notavelmente as seleções de Chile e Argentina. Seu último trabalho em um clube foi uma passagem conturbada no Lille que durou apenas 7 meses em 2017. Bielsa chega pra tentar alcançar o acesso para a Premier League, objetivo que o Leeds flertou na primeira metade da temporada passada.

ESQUECENDO A EX

No começo dessa pré temporada o Wigan Athletic dispensou o lateral Reece James, que acabou assinando com o Sunderland. Para substituir Reece James, o Wigan contratou o lateral Reece James do Chelsea por empréstimo, e deu para ele o mesmo número da camisa do antigo Reece James. Será que o Wigan fez tudo isso só pra não ter que fazer novas camisas? 🤔

Os dois Reece James

NÃO SE AFOBE

A movimentação mais bizarra dessa janela de transferências foi certamente a do atacante Benik Afobe. Ele jogou a segunda metade da última temporada pelo Wolverhampton, emprestado pelo Bournemouth. Afobe marcou 6 gols em 7 partidas como titular pelos Wolves, que exerceram a opção de compra por £10m junto ao Bournemouth. Acontece que, apenas 11 dias depois, o Wolverhampton resolveu vender o atacante para o Stoke City por £12m, alegando que ele não fazia mais parte dos planos do clube. Afobe revelou que se sentiu muito desrespeitado pelo clube, alegando que foi enganado ao acreditar que fazia parte dos planos enquanto era apenas parte de uma movimentação de transferências para gerar lucro ao Wolverhampton.

ATACANTE MATADOR

O Derby County de Frank Lampard contratou o atacante Jack Marriott, um dos destaques da última temporada, pelo valor de £3m, podendo chegar a £5m com adicionais. Marriott marcou 33 gols em 56 partidas na temporada passada pelo Peterborough United, da League One, onde ganhou o prémio de jogador do ano. Marriott, de 23 anos, já provou ser um bom jogador, agora só resta saber se ele tem o nível para atuar na Championship.

Jack Marriott com Frank Lampard, seu novo treinador

REFORÇOS PONTUAIS

O Leeds United fechou a contratação do atacante Patrick Bamford, de 24 anos, junto ao Middlesbrough pelo valor de £10m. Bamford marcou 13 gols em 44 partidas pelo Boro na temporada passada. O atacante começou a sua carreira no Nottingham Forest mas foi logo comprado pelo Chelsea, que o emprestou para uma série de clubes nos últimos 6 anos. Suas melhores passagens foram pelo MK Dons e pelo próprio Middlesbrough, entre 2014 e 2015. Outra boa contratação do Leeds foi o lateral esquerdo Barry Douglas do Wolverhampton pelo valor de £3m (podendo chegar a £5m). O lateral de 28 anos foi peça importante na campanha do título da Championship na temporada passada, dando 14 assistências e fazendo 5 gols.

Bamford chega para somar no ataque do Leeds, um dos candidatos ao acesso

ENDINHEIRADOS

O time que talvez melhor trabalhou nessa janela de transferências em relação ao nível de sua liga foi o Salford City. O time, da 5° divisão inglesa, tem 50% de suas ações de propriedade de Peter Lim, dono do Valencia, e os outros 50% de Ryan Giggs, Paul Scholes, Nicky Butt e os irmãos Gary e Phil Neville, todos ex-jogadores do Manchester United. Os acionistas investem pesadamente no clube, que conseguiu 3 acessos nas últimas 4 temporadas e construiu um estádio praticamente do zero. A principal aquisição do clube foi atacante Adam Rooney de 30 anos vindo do Aberdeen da Escócia. Rooney marcou 66 gols em 151 partidas da liga pelo clube escocês nos últimos 4 anos. O atacante também teve passagens por Stoke City, Birmingham City e outros clubes da Escócia. Outra boa contratação do Salford City foi o zagueiro Nathan Pond, de 33 anos, vindo do Fleetwood Town. Essa transferência foi de certa forma inesperada, já que Pond estava no Fleetwood há 15 temporadas. A grande quantidade de dinheiro investido pelo Salford nas últimas temporadas vem sendo alvo de críticas pelos fãs mais tradicionais do futebol inglês. Segundo eles, o clube está acabando com a essência do que é ser um clube “non-league”, que é trabalhar com a comunidade e ter a ajuda do trabalho voluntário dos moradores da região, sem investir muito dinheiro. Vale lembrar que não há qualquer tipo de Fair Play Financeiro abaixo da 4° divisão inglesa.

Adam Rooney saiu da elite escocesa para a 5° divisão da Inglaterra

UNIFORME MAIS BONITO…

O primeiro uniforme do Plymouth Argyle, da 4° divisão inglesa, foi escolhido por nós como o mais bonito da nova temporada.

… E O MAIS FEIO

Já o uniforme mais feio é o do Bedale AFC, da 11° divisão inglesa. O clube é patrocinado pela Heck, uma empresa de embutidos que tem uma fábrica na região do clube. Pela segunda temporada consecutiva, o segundo uniforme do time é temático: temporada passada era uma estampa cheia de salsichas. Nessa os jogadores viraram um grande cachorro quente, enquanto o fardamento do goleiro estampa uma churrasqueira. Na parte de trás da gola, há os dizeres “You’ll Never Pork Alone”. Pelo menos essa brincadeira é para uma boa causa: 25% do lucro com as vendas de camisas será revertido para uma campanha de combate ao câncer de próstata.

PUNIÇÕES MAIS CLARAS

Teremos uma novidade que será implementada como um teste nessa temporada. Os treinadores dos times da 2°, 3°, 4° e 5° divisões, além das partidas de copas, poderão receber cartões amarelos e vermelhos assim como os jogadores. Eles já podiam ser expulsos, mas essa sinalização vem para ajudar a visualização das punições tanto para quem assiste a partida no estádio como na TV. Agredir fisica ou verbalmente oponentes, membros da arbitragem ou torcedores, bater palmas sarcásticas, sair da área técnica e chutar garrafas d’água estão entre as ações passíveis de punição com cartão.

Técnicos receberão cartões assim como jogadores

TIME NOVO NA ÁREA

Em todas as temporadas, dezenas de times entram e saem da pirâmide do futebol inglês. Isso é extremamente comum, afinal são 24 divisões com cerca de 480 ligas e mais de 7,000 times cadastrados. Um dos clubes que entrará na pirâmide nessa temporada é o Hashtag United, na 10° divisão inglesa. O Hashtag United é um clube fundado em 2016 por Spencer Owen, Youtuber de futebol e de FIFA com quase 2 milhões de inscritos na plataforma. A ideia original era somente juntar os seus amigos, jogar amistosos e colocar no YouTube. A brincadeira foi crescendo ao ponto deles jogarem em Wembley para mais de 30 mil pessoas e até mesmo fora do país. Eles já possuem um time feminino, um time B e times de base, que jogam a Sunday League, o futebol de várzea por lá. Para essa temporada, Spencer decidiu levar o desafio para um nível maior e inscreveu o time na pirâmide inglesa. Isso significa que, teoricamente, em 9 anos eles podem chegar na Premier League.

O Hashtag United de Spencer Owen

COPA BRITÂNICA

Um dos torneios mais interessantes dos últimos anos está finalmente completo. É a Scottish Challenge Cup, uma copa nacional escocesa que reúne todos os times fora da primeira divisão e mais os 12 times sub-20 dos clubes da primeira divisão. Nas duas últimas temporadas o torneio também contou com dois participantes da Irlanda, da Irlanda do Norte e do País de Gales. Só faltavam participantes ingleses para ter integrantes de todos os países da região. E eles vão entrar nessa temporada: Boreham Wood e Sutton United, da 5° divisão inglesa, se juntarão a Bohemians e Sligo Rovers da Irlanda, Crusaders e Coleraine da Irlanda do Norte e Connah’s Quay Nomads e The New Saints do País de Gales como os times convidados para o torneio.

O Inverness, da 2° divisão escocesa, foi o campeão do torneio na temporada passada

GOLAÇO DO ARTILHEIRO

Continuamos na Escócia falando da Copa da Liga Escocesa, a segunda copa mais importante do país. Ela conta com a participação dos times das quatro primeiras divisões, além dos dois melhores times da 5° divisão. A primeira parte do torneio é uma fase de grupos, com todos os clubes que não estão em competições europeias (Celtic, Rangers, Aberdeen e Hibernian no caso). Começamos nossa cobertura mostrando esse golaço marcado por Lawrence Shankland, atacante do Ayr United, atual campeão da 3° divisão, na vitória por 2-0 fora de casa em cima do Patrick Thistle. Shankland marcou os dois gols dessa partida e é o artilheiro do torneio com 8 gols marcados em 4 partidas. https://twitter.com/NSenseFootball/status/1023762763796103168?s=19

PATADA DE FORA DA ÁREA

Outro golaço envolvendo o Partick Thistle foi na vitória por 2-1 em cima do Greenock Morton. Que patada!

 

DESCANSE EM PAZ, POMBO

Uma cena bizarra aconteceu no confronto entre Queens Park e St Mirren no Hampden Park. Já nos acréscimos do segundo tempo, o twitter do Queens Park informou que o goleiro Craig Samson do St Mirren teve que retirar do gramado o que aparentava ser um esquilo morto, que haveria sido derrubado por uma gaivota. Mais tarde no mesmo dia o Queens Park anunciou de forma bem humorada que na verdade era “uma das suas mais respeitadas pombas” e deu suas condolências ao resto do bando. https://twitter.com/queensparkfc/status/1021866440574595077?s=19

“AGORA EU SE CONSAGRO”

Nessa primeira fase da Copa da Liga, o empate leva a partida para os pênaltis. Foi isso o que aconteceu entre Raith Rovers, da terceira divisão, e Hearts, da primeira. Acontece que o estádio ficava bem na beira do mar, aí já sabe né? O Raith Rovers colocou Ross Matthews, de 22 anos, que começou a sua carreira no Hearts e é torcedor do clube, pra bater uma das penalidades. Não deu outra… https://twitter.com/gibbygibbo1/status/1020701120530976768?s=19

MÃO DE ALFACE

O Raith Rovers voltou para as manchetes na rodada seguinte quando enfrentou o Cove Rangers, da 5° divisão. O goleiro titular Robbie Thomson se machucou e deu lugar a Sam McGuff, aos 14 minutos do segundo tempo. Menos de 15 minutos depois, McGuff mostrou porque é reserva… O Raith Rovers foi eliminado sem vencer nenhuma das 4 partidas. https://twitter.com/NSenseFootball/status/1024048562378825729?s=19

TRAVA-LÍNGUAS

420 pessoas assistiram ao empate por 1-1 entre East Fife e Forfar Athletic, que acabou com a vitória do Forfar por 5-4 nos pênaltis. Mas o que tem de especial nisso? Esse era um placar que estava sendo aguardado a mais de 40 anos. Em 1974, Eric Morecambe, um comediante famoso por seus trocadilhos e trava-linguas, pensou no hipotético resultado para um amigo que era radialista na BBC da Escócia e que lia os resultados das partidas diariamente. Se lido em inglês, East Fife 4, Forfar 5 é um trava-linguas relativamente difícil. Os dois times já se enfrentaram 147 vezes na história, e é a primeira vez que o resultado acontece, mesmo que apenas nos pênaltis.

Postado por Eduardo Werner De São José dos Pinhais - PR, tenho 18 anos e estudo Relações Internacionais. Sou fã do futebol inglês e escocês, torço para Atlético Paranaense, Manchester United, Celtic e South Shields, da 7ª divisão inglesa