Para inglês ver #33 – Semana de clássicos, Giuseppe Garibaldi e atacante comemorando das arquibancadas
16 de março de 2018
Categoria: Para inglês ver

Mosaico da torcida do Nottingham Forest no último domingo

Não faltou clássico na última semana no futebol do Reino Unido. Teve o confronto entre Aston Villa e Wolverhampton na parte de cima da tabela da Championship, teve clássico em Liverpool, Edimburgo, Glasgow, na divisa entre Inglaterra e País de Gales, entre Nottingham Forest e Derby County e muito, muito mais. Confira!

BRIGA PELO TÍTULO EM ABERTO

Na partida mais importante até o momento na atual edição da Championship, o Aston Villa recebeu o rival Wolverhampton no Villa Park pela 37ª rodada do campeonato. Uma vitória dos donos da casa manteria o sonho do acesso automático vivo e também deixaria a briga pelo título em aberto. E foi exatamente isso o que aconteceu: o Aston Villa soube muito bem aproveitar os seus 40% de posse de bola ao longo da partida e venceu os líderes por 4-1. O placar foi aberto logo aos 8 minutos do primeiro tempo quando Albert Adomah, ponta do Aston Villa, aproveitou uma bola que ficou perdida dentro da pequena área após uma cobrança de escanteio e a colocou para o fundo do gol. O Wolverhampton empatou ainda no primeiro tempo, aos 20 minutos, quando o português Diogo Jota aproveitou o cruzamento após bela jogada do lateral irlandês Matt Doherty. Na volta do segundo tempo, aos 12 minutos, o Aston Villa voltou a ficar na frente do placar quando o zagueiro James Chester se esticou todo e aproveitou a falta muita bem cobrada pelo meia Ryan Snodgrass. O Villa aumentou ainda mais a vantagem no placar cinco minutos depois, quando o recém-chegado atacante Lewis Grabban aproveitou o cruzamento de Albert Adomah para marcar seu 4º gol em 6 jogos pelo novo clube. Aos 40 do segundo tempo, o islandês Birkir Bjarnason pegou a bola na intermediária, fez bela jogada individual e finalizou de bico da entrada da área para marcar o quarto e último gol do Aston Villa na partida.

Como dito antes, essa foi a partida mais importante do campeonato até aqui pois, além de ser um clássico entre duas das melhores equipes da Championship, o resultado deixou a briga pelo título aberta novamente. O Wolverhampton, que chegou a abrir 13 pontos de vantagem na liderança, agora está apenas 3 pontos a frente do vice-líder Cardiff City. Já o Aston Villa fica na 3ª colocação, 7 pontos atrás do Cardiff (lembrando que os dois primeiros sobem direto para a Premier League, sem precisar disputar os playoffs). Essa distância poderia ser menor, porém na terça-feira seguinte, em partida atrasada da 35ª rodada, o Aston Villa perdeu em casa para o Queens Park Rangers por 3-1.

Grande vitória do Aston Villa!

VERMELHO GARIBALDI

No outro clássico da rodada na Championship, o Nottingham Forest recebeu o Derby County no City Ground em uma das maiores rivalidades da Inglaterra. Apesar das grandes expectativas em cima do confronto, o futebol apresentado decepcionou e a partida acabou empatada em 0-0. O Derby teve as melhores chances no primeiro tempo, mas o ápice da partida foi a expulsão do volante Tom Huddlestone do Derby aos 36 minutos do segundo tempo.

A partida decepcionou, mas a torcida do Forest não desapontou e fez uma bela festa antes da partida. Um mosaico com as iniciais ”NFFC” do clube, um bandeirão com a imagem de Giuseppe Garibaldi e uma faixa com os dizeres: ”O Garibaldi que nós vestimos com orgulho foi feito em 1865”. Se você prestou atenção nas aulas de história, deve lembrar quem foi Giuseppe Garibaldi. Ele foi um general e guerrilheiro italiano que recebeu o apelido de ”herói de dois mundos”, pois lutou pela Unificação Italiana e também na Guerra dos Farrapos no Sul do Brasil, ajudando na proclamação da República Rio-Grandense e da República Juliana, em Santa Catarina, além de outros conflitos. Mas qual a ligação dele com o Nottingham Forest? Em 1865, foi realizada uma reunião que terminaria com a fundação do Nottingham Forest. Foi decidido que a cor utilizada na camisa seria o ”vermelho Garibaldi”, em homenagem aos camisas vermelhas, exército de Giuseppe Garibaldi. Ele era muito famoso e admirado na Inglaterra, e acabou influenciando nas cores do clube. O Forest foi o responsável por popularizar a cor vermelha nos uniformes de futebol, influenciando clubes como Arsenal, Liverpool, Slavia Praga e Independiente de Avellaneda.

FESTIVAL DE PÊNALTIS

Não é todo dia que vemos uma partida com 4 pênaltis marcados (todos convertidos) e um jogador fazendo um hat-trick, mas saindo derrotado de campo. Pois esse foi o enredo de Hull x Norwich, que se enfrentaram pela 37ª rodada da Championship. O Hull, precisando pontuar para se afastar da zona do rebaixamento, enquanto o Norwich já não brigava por mais nada no campeonato. O Hull, jogando em casa, saiu na frente logo aos 6 minutos do primeiro tempo com um gol do atacante australiano Jackson Irvine. Aos 18 minutos, o atacante português Nélson Oliveira do Norwich foi derrubado dentro da área pelo goleiro David Marshall do Hull. James Maddison foi para a marca do pênalti e converteu o que seria o primeiro dos seus três gols na partida. O segundo veio logo depois, aos 19 minutos, quando Maddison chegou driblando pela ponta esquerda, chutou forte e contou com a falha do goleiro Angus Gunn do Hull. James Maddison completou o seu hat-trick ainda no primeiro tempo, aos 39 minutos, novamente cobrando pênalti. Continuando o festival de penalidades, o uruguaio Abel Hernández diminuiu para o Hull aos 41 do primeiro tempo convertendo uma penalidade máxima. Visitantes vencendo por 3-2 no intervalo.

Logo no começo do segundo tempo, aos 3 minutos, Abel Hernández empatou novamente de pênalti a partida para o Hull City. Se passaram 21 minutos até que, aos 26 do segundo tempo, Harry Wilson, jovem ponta de 20 anos do Hull que está emprestado pelo Liverpool, marcou o gol da virada e da importante vitória do Hull City. No meio de semana o Hull ainda viria a conquistar outra grande vitória, dessa vez por 3-0 fora de casa em cima do Ipsiwch Town (inclusive com Harry Wilson marcando mais um gol). O Hull agora está na 17ª colocação com 39 pontos, nove a mais que o Birmingham City, primeiro time dentro da zona. Já o Norwich empatou com o Barnsley fora de casa por 1-1 no meio de semana e chegou ao seu 7º jogo seguido sem vitória na competição (6 empates e 1 derrota). Está na 14ª posição, a 12 pontos de distância dos playoffs e 19 da zona do rebaixamento.

De pênalti, o uruguaio Abel Hernández fez dois dos quatro gols do Hull contra o Norwich

REFORÇO RENDENDO

Ainda pela 37ª rodada da Championship, o Fulham foi até Preston para enfrentar o Preston North End no estádio DeepdaleEm uma das únicas chances de gol no primeiro tempo, Aleksandar Mitrovic, atacante do Fulham recém-chegado por empréstimo do Newcastle, perdeu um gol feito ao finalizar de joelho com o goleiro fora do gol. No segundo tempo, porém, Mitrovic rendeu muito. Aos 24 minutos, Cyrus Christie fez ótima jogada pela direita, cruzou forte e Mitrovic finalizou da entrada da pequena área, abrindo o placar para o Fulham. Aos 31 minutos, o atacante irlandês Seán Maguire do Preston cabeceou e, com uma ajudinha do goleiro Marcus Bettinelli do Fulham, empatou o jogo. A partida já ia se encaminhando para o fim quando, aos 46 minutos do segundo tempo, em uma desatenção do sistema defensivo do Preston em uma cobrança de lateral, Aleksandar Mitrovic marcou de cabeça o gol da vitória fora de casa do Fulham. Essa foi a 2° partida consecutiva que Mitrovic marcou dois gols e também foi a 5° partida seguida anotando pelo menos um gol. O atacante sérvio tem 7 gols em 8 jogos pelo clube.

O Fulham chegou à sua 4° vitória seguida. O clube vem de uma ótima sequência de 15 jogos invictos na Championship e ocupa atualmente a 4° colocação na tabela, estando dentro da zona dos playoffs. Já o Preston cai para a 9° posição, estacionando nos 57 pontos, quatro a menos que o Middlesbrough, primeiro time dentro da zona de classificação para os playoffs.

DUELO PELA LIDERANÇA

Pela 37° rodada da League Two, a quarta divisão inglesa, o líder Luton Town recebeu o Accrington Stanley, que estava logo atrás, na segunda colocação, com somente um ponto a menos. Ou seja, essa partida poderia muito bem encaminhar o título para o Luton ou poderia ocorrer uma grande reviravolta no topo da tabela. O Luton Town, que assumiu a liderança na primeira rodada do campeonato e que não largou desde então, pressionou o primeiro tempo inteiro, tendo inclusive duas bolas tiradas em cima da linha pelos zagueiros do Accrington. Porém foram os visitantes que abriram o placar quando, após bela triangulação no campo de ataque aos 44 minutos do primeiro tempo, o atacante Sean McConville acertou um belo chute de fora da área e marcou esse golaço (veja abaixo). No segundo tempo, o Luton começou pressionando até que aos 16 minutos o atacante Elliott Lee marcou e deixou tudo igual no placar. A partida já se encaminhava para seus instantes finais quando, aos 48 do segundo tempo, o atacante Billy Kee do Accrington arriscou um chute despretensioso de fora da área e foi muito feliz, acertando o canto inferior direito do goleiro e marcando o gol da grande Vitória fora de casa do Accrington. Billy Kee chegou ao seu 21° gol nessa edição da League Two, sendo o artilheiro isolado da competição.

A vitória por 2-1 fora de casa colocou o Accrington Stanley na ponta da tabela, desbancando o Luton Town pela primeira vez no campeonato. O Accrington chegou aos 71 pontos, enquanto o Luton ficou nos 69. No meio de semana, o Luton entrou novamente em campo e ficou somente no 2-2 fora de casa com o Coventry City. Ou seja, o Accrington agora lidera o campeonato com um ponto de vantagem tendo disputado um jogo a menos. Vale lembrar que os três primeiros times conseguem a promoção automática para a League One, sem depender dos playoffs. Atualmente a terceira vaga está sendo ocupada pelo Notts County.

LÁ VEM ELES DE NOVO

No último fim de semana foi disputada a 38ª rodada da National League, a 5ª divisão inglesa. Duas grandes vitórias chamaram atenção, as duas por 7-1. A primeira foi a vitória do Gateshead sobre o Maidenhead United. O destaque da partida, com três gols marcados, foi o atacante Danny Johnson, que chegou ao 7º gol marcado nos últimos três jogos. As duas equipes estão com 48 pontos conquistados, no meio da tabela.

A outra vitória por 7-1 foi do AFC Fylde em cima do Aldershot Town. O destaque da partida foi o atacante Danny Rowe, que aos 20 minutos do primeiro tempo já havia anotado um hat-trick. O sexto gol do Fylde na partida foi esse golaço marcado pelo meia Sam Finley (veja abaixo). Com a vitória, o Fylde fica na 8ª posição na tabela, somente dois pontos atrás do Dover Athletic, primeiro time dentro da zona de classificação para os playoffs. Já o Aldershot está um pouco acima, na 5ª colocação.

O CLÁSSICO DA DIVISA

Ainda pela National League, foi disputado no último domingo o “Cross-border Derby” entre os rivais Wrexham, do País de Gales, e Chester FC, da Inglaterra. Apesar de serem de países diferentes, os times estão separados por apenas 16km e fazem um dos confrontos de maior rivalidade no Reino Unido. Inclusive o Deva Stadium, casa do Chester, fica exatamente na divisa da Inglaterra com o País de Gales.

Mas dessa vez a partida foi disputada no Racecourse Ground, estádio do Wrexham. E foram os donos da casa que se deram bem, vencendo os rivais por 2-0 com gols de Scott Quigley e Nicky Deverdics no segundo tempo em frente a pouco mais de 6,500 torcedores.

O Wrexham chegou ao seu 13° jogo consecutivo sem saber o que é derrota (10 empates e 3 vitórias). Subiu para a 4° colocação e está com 63 pontos, dentro da zona de classificação para os playoffs. O Chester, por outro lado, está tendo uma temporada difícil. Passa por fortes problemas financeiros e caiu para a vice-lanterna da competição com apenas 30 pontos, tendo vencido somente uma das últimas 11 partidas na liga.

CONFRONTO ENTRE LÍDER E VICE-LÍDER

Pela Southern Premier League, uma das ligas que compõem a 7ª divisão inglesa, o Hereford FC, líder da competição, recebeu o King’s Lynn Town, segundo colocado na liga. Os visitantes venceram por 2-0 com gols de Ryan Fryatt e Toby Hilliard no segundo tempo. Apesar de ter sido uma vitória importante, a situação na briga pelo título não muda muito. Isso porque o Hereford está 4 pontos a frente do King’s Lynn Town, mesmo tendo disputado dois jogos a menos, faltando 11 jogos para o Hereford e 9 para o King’s Lynn. Somente o campeão sobe diretamente de divisão.

O King’s Lynn, de vermelho, bateu o Hereford, de branco, fora de casa por 2-0

CLÁSSICO EM LIVERPOOL

Pela North West Counties League Premier Division, uma das ligas que compõem a 9ª divisão inglesa, tivemos o clássico entre AFC Liverpool e City of Liverpool FC. Mesmo jogando fora de casa, o City of Liverpool não tomou conhecimento do rival AFC Liverpool e aplicou uma grande goleada por 5-0 com gols de Smith, Hazelhurst, Garner, Connoly e Shacklock. O City of Liverpool agora está na 7ª colocação com 48 pontos. Já o AFC Liverpool está na 21ª posição, dentro da zona do rebaixamento.

Talvez mais interessante que falarmos sobre a partida em si seja conhecermos mais sobre os dois clubes. O AFC Liverpool foi fundado em 2008 por cerca de 1,000 torcedores do Liverpool que estavam descontentes com o alto preço de ingressos na Premier League e do futebol moderno no geral. O clube começou a sua caminhada na 10ª divisão e conseguiu uma promoção até hoje, na temporada 2010-11.

Já o City of Liverpool é mais novo, foi fundado em 2015, mas a ideia é a mesma: dar uma alternativa para a população local que não consegue ir em muitos jogos do Liverpool ou do Everton por causa dos altos preços de ingressos. Porém, diferentemente do AFC Liverpool, o City of Liverpool busca ser um clube independente dos dois grandes da cidade, tanto que a cor do clube é roxa, uma junção do vermelho do Liverpool e do azul do Everton, além de ser a cor do brasão da cidade (e das lixeiras). Assim como os rivais, começaram a sua jornada na 10ª divisão, conseguindo a promoção na temporada passada.

No vídeo abaixo, a jogada do quinto gol do City of Liverpool na partida. Uma bela caneta, uma bela assistência e uma bela finalização.

CLÁSSICO EM EDIMBURGO

Na Escócia também teve clássico. Na última sexta-feira (dia 9), Hibernian e Hearts se enfrentaram no Easter Road, casa dos Hibs, pela 30ª rodada do campeonato escocês. Esse é um clássicos mais antigos do mundo, sendo disputado pela primeira vez no natal do ano de 1875. E quem se deu bem foi o Hibernian, que venceu os rivais por 2-0 com gols de Scott Allan e Jamie Maclaren no segundo tempo. Quando a partida já estava 1-0 para o Hibernian, o goleiro Jon McLaughlin do Hearts fez essa bela defesa no chute de Jamie Maclaren, que viria a marcar o segundo gol do Hibernian mais tarde.

O Hibernian está na 4ª colocação na tabela com 51 pontos. Já o Hearts caiu para a 6ª colocação, estacionando com 39 pontos. Os dois rivais estão na parte de cima da tabela, entre os clubes que se classificam para a próxima fase do campeonato, que decidirá o campeão.

CLÁSSICO EM GLASGOW

Falamos de vários clássicos na edição dessa semana do Para Inglês Ver, mas provavelmente o melhor deles foi o grande clássico entre Rangers e Celtic do último domingo. O jogo foi decisivo na luta pelo título, já que o Celtic é o líder do campeonato e o Rangers o vice-líder. A partida foi disputada no Ibrox, casa do Rangers, e foram os donos da casa que saíram na frente do placar, quando, logo aos 3 minutos do primeiro tempo, o meia Josh Windass aproveitou a falha do zagueiro Dedryck Boyata do Celtic e finalizou forte sem chance para o goleiro Scott Bain (que fez a sua estreia pelo clube). Windass chegou ao seu 11º gol nos últimos 10 jogos com a camisa do Rangers. O Celtic empatou logo em seguida, aos 11 minutos, com um belo gol de fora da área do meia australiano Tom Rogić. O Rangers voltou a ficar na frente do placar aos 26 minutos, com um gol do português Daniel Candeias. Pouco antes do intervalo, aos 46 minutos, Moussa Dembélé aproveitou a ligação direta do voltante Scott Brown e marcou para o Celtic, deixando tudo igual no placar novamente.

No segundo tempo, aos 12 minutos, o zagueiro croata Jozo Šimunović do Celtic foi expulso ao deixar o braço na cara do atacante Alfredo Morelos do Rangers. O atacante Odsonne Édouard do Celtic, que está emprestado pelo PSG, saiu do banco aos 22 minutos do segundo tempo e teve impacto imediato, pois marcou o gol da virada do Celtic dois minutos depois, ao limpar bem a zaga dentro da área e finalizar colocado no canto esquerdo do goleiro. Alfredo Morelos teve a chance de empatar a partida novamente para o Rangers aos 43 minutos do segundo tempo, mas, mesmo com  o gol todo aberto, acertou a trave.

A vitória por 3-2 do Celtic foi fundamental na busca pelo 7º título seguido do campeonato escocês. O Celtic agora está 9 pontos a frente dos rivais, mesmo tendo jogado um jogo a menos. Faltam somente três partidas para o fim da primeira fase do campeonato, quando a tabela se divide em duas (os 6 primeiros e os 6 últimos) para definir o campeão e os rebaixados. Nessa segunda fase são somente 5 partidas, ou seja, o título do Celtic está muito bem encaminhado.

No vídeo, o gol de Odsonne Édouard e o gol perdido por Alfredo Morelos

APOIO FORA DE CAMPO

Leigh Griffiths, atacante titular do Celtic, estava machucado e ficou de fora do clássico. Isso não o impediu de ajudar o seu time de outra maneira. Griffiths foi visto nas arquibancadas do Ibrox Stadium comemorando muito a vitória em cima dos maiores rivais.

 

ASSISTÊNCIA DE CABEÇA

Saca só esse belo marcado por Scott Donnelly na vitoria do seu time, o Hayes & Yeading, sobre o Hartley FC pela 8° divisão inglesa. Ele caiu, levantou, recebeu a assistência de cabeça de seu companheiro que também estava caído e ainda acertou um belo chute de voleio. Confira:

TORCIDA DA SEMANA

Cerca de 3,600 torcedores do Leeds United foram até Reading, que é pertinho de Londres, e viram o seu time empatar em 2-2 com os donos da casa.

GOLAÇO DA SEMANA

Na League One, o Gillingham conseguiu uma grande vitória por 3-1 de virada fora de casa em cima do Portsmouth. Dois dos gols foram golaços, marcados por Lee Martin e Conor Wilkinson. Deixamos vocês decidirem qual foi mais bonito.

TIME DA SEMANA

Time dos melhores jogadores da rodada da EFL (2ª, 3ª e 4ª divisões).

JOGADOR DA SEMANA

Com os dois gols marcados na vitoria vitória por 2-1 fora de casa em cima do Preston, Aleksandar Mitrovic, atacante do Fulham, leva o prêmio de melhor jogador da semana!

Postado por Eduardo Werner De São José dos Pinhais - PR, tenho 18 anos e estudo Relações Internacionais. Sou fã do futebol inglês e escocês, torço para Atlético Paranaense, Manchester United, Celtic e South Shields, da 7ª divisão inglesa