Para inglês ver #26 – Escudo polêmico, clube tradicional falindo e jogadores e torcedores juntos no bar
26 de janeiro de 2018
Categoria: Para inglês ver

 

É incrível como semana após semana as divisões inferiores na Inglaterra continuam nos surpreendendo com muita coisa interessante. Dessa vez teve mudança de escudo polêmica, torcedores e jogadores se juntando no bar, jogão de sete gols na Championship, clube tradicional quase falindo e muito mais. Vem com a gente!

PLACAR BAILARINO

Apesar de estarem seprados por mais de 270 km, Leeds United e Millwall fazem uma das maiores rivalidades da Inglaterra. Ela cresceu de meados da década de 80 para cá por causa do hooliganismo e ainda causa problemas: as duas equipes se enfrentaram na casa do Leeds no último sábado e sete torcedores foram presos antes e depois da partida: seis do Leeds e um do Millwall.

Dentro de campo, um dos melhores, se não o melhor, jogo da temporada inglesa até aqui. O Millwall abriu o placar aos 18 minutos da primeira etapa com o atacante Aiden O’Brien e a coisa começou a ficar complicada para o Leeds aos 37 minutos, quando o zagueiro Liam Cooper foi expulso. No minuto seguinte, os auxiliares técnicos de ambas as equipes também foram mandados embora. Toda essa confusão ajudou o Millwall a aumentar a vantagem no placar para 2-0 aos 42 minutos, com um gol do atacante Lee Gregory.

Mesmo com um a menos, o Leeds voltou com tudo para o segundo tempo: logo no segundo minuto, o alemão Pierre-Michel Lasogga descontou e o empate veio nove minutos depois, com um gol do ponta Kemar Roofe. O gol da virada do Leeds veio aos 17 da segunda etapa, com mais um gol de Lasogga. O time da casa estava aplicando uma virada histórica, porém ainda tinha muito tempo de jogo. Aos 42 minutos, Tom Elliott empatou a partida novamente para o Millwall e aos 47, para o delírio da torcida visitante, Jed Wallace marcou o gol da virada e da vitória do Millwall. Fim de uma intensa partida, 4-3 para os visitantes.

Com a derrota, o Leeds chega à sua 5ª derrota seguida contando todas as competições e cai para a 10ª colocação, três pontos longe da zona dos playoffs. Já o Millwall fica na 15ª posição, nove pontos acima da zona do rebaixamento.

Jed Wallace e seus companheiros comemoram o gol da vitória do Millwall em frente aos seus torcedores

ESCUDO POLÊMICO

O Leeds continuou nas manchetes mesmo após a partida. Na última quarta feira, o clube de Yorkshire anunciou o seu novo escudo e a reação foi conjunta e unânime: todo mundo detestou a mudança. Segundo o clube, foram 6 meses de pesquisa e 10,000 pessoas consultadas no processo de produção do novo escudo. O curioso é que em meia hora mais de 10 mil pessoas assinaram a petição online contra a mudança e em menos de 24 horas o abaixo-assinado chegou à sua meta de 75 mil assinaturas. A verdade é que a torcida do Leeds quer sim que o escudo mude, porém o novo símbolo proposto não agradou.

Em entrevista à rádio BBC Leeds, o diretor do clube, Angus Kinnear, afirmou que é preciso abrir novamente o processo de consulta aos torcedores sobre o novo escudo. Segundo ele, a direção tomada na produção foi muito brusca e não teve uma consulta tão profunda aos torcedores.

Nas redes sociais não faltaram piadas com o escudo. Aston Villa, Crystal Palace e Zenit fizeram a sua zombação, assim como diversos outros usuários.

ARRASADOR

Um dos melhores times na Inglaterra nas últimas rodadas fez mais uma vítima: o Fulham bateu o Burton Albion em casa pelo placar de 6-0. Essa foi a terceira vitória seguida do time de Londres, que só perdeu um dos últimos 8 jogos na Championship. Os destaques da partida foram o zagueiro Rui Fonte, que marcou dois gols, o brasileiro Lucas Piazón, que está voltando bem de sua lesão e marcou um gol e deu uma assistência, e o lateral/ponta de 17 anos Ryan Sessegnon, que marcou dois gols na partida. Sessegnon tem 9 gols e 4 assistências na temporada e é um dos principais jogadores do Fulham, já sendo cobiçado por grandes clubes como Manchester United e Tottenham.

Com a vitória, o Fulham pulou para a 7ª posição na tabela, somente um ponto atrás do Sheffield United, o primeiro time dentro da zona dos playoffs. Já o Burton Albion caiu para a última colocação da Championship, com 24 pontos conquistados em 28 jogos.

Ryan Sessegnon, de 17 anos, vem fazendo uma bela temporada pelo Fulham

EM SINTONIA PERFEITA

Os jogadores e torcedores do South Shields, time da 8ª divisão inglesa perto de Newcastle, viajaram cerca de 180km por 3 horas até Atherton, na Grande Manchester, para a sua partida contra o Atherton Collieries, porém a partida foi cancelada cerca de uma hora antes do início porque o gramado estava alagado. Como todo mundo já estava lá mesmo, resolveram se encontrar no bar. Incrível!

O time do Nordeste da Inglaterra está na liderança da Northern Premier League Division One North, com 52 pontos conquistados em 22 partidas e segue firme na luta pelo título e pelo acesso para a 7ª divisão.

VITÓRIA NO FIM

Crewe Alexandra e Wycombe Wanderers se enfrentaram em uma grande partida no último sábado. Enquanto o Crewe, time da casa, brigava contra o rebaixamento, o Wycombe Wanderers buscava entrar na zona dos times que sobem direto para a 3ª divisão inglesa. Apesar de Chris Porter abrir o placar de pênalti para o Crewe Alexandra logo aos 6 minutos do primeiro tempo, a maior parte da ação do jogo ficou reservada para a segunda etapa. Após levantamento na área, Adebayo Akinfenwa, o monstro de 102kg, ajeitou de cabeça para Paris Cowan-Hall marcar o gol de empate do Wycombe aos 6 do segundo tempo. Perto do fim, aos 39 minutos, o veterano atacante Nathan Tyson marcou o que seria o gol da vitória do Wycombe Wanderers, porém o Crewe Alexandra conseguiu empatar a partida novamente quatro minutos depois com um gol de Harry McKirdy, recém chegado no clube. A partida já se encaminhava para o fim, quando aos 47 minutos do segundo tempo, o goleiro Scott Brown do Wycombe cobrou uma falta longa, Akinfenwa deu uma casquinha, a zaga falhou e Craig Mackail-Smith marcou o último gol jogo, que deu a vitória por 3-2 para o Wycombe Wanderers.

Com a vitória, o Wycombe fica na 4ª colocação da tabela com 49 pontos, o mesmo tanto que o Accrington Stanley, que está uma posição acima, dentro da zona de promoção direta para a League One. Já o Crewe Alexandra fica na 20ª colocação, somente 3 pontos acima da zona do rebaixamento.

MAU NEGÓCIO

O Crewe chamou atenção na última semana ao fazer o seguinte post no Twitter: ”Bom dia torcedores, grandes transferências estão por vir logo logo… Adivinhem quem?!”. Acontece que a ”grande transferência” era a venda de um de seus melhores jogadores, George Cooper, para o Peterborough United. Que mancada!

Logo na sua estréia pelo novo time, Cooper marcou um gol na vitória do Peterborough sobre o Oldham Athletic por 3-0.

SEM ESPERANÇAS

Pela 30ª rodada da National League, a 5ª divisão inglesa, o Wrexham visitou o Hartlepool United e venceu por 2-0 com dois gols do atacante Scott Quigley, que fazia a sua estreia pelo clube. Essa foi uma partida muito importante, pois foi o primeiro jogo em casa do Hartlepool United desde que o clube passou a sofrer sérios riscos de falência por má administração financeira. A torcida realmente apoiou e lotou o Victoria Park com mais de 6,800 pagantes. Torcedores do Middlesbrough e do Rangers também apoiaram, indo ao estádio.

Chris Musgrave, empresário da região de Hartlepool, esteve em contato com o clube para uma possível compra que salvaria o time da falência. Musgrave, porém, desistiu da ideia após ver a real situação financeira do clube, que está muito pior do que era imaginado. Apesar de a campanha no site Just Giving já ter arrecadado mais de 75 mil libras, o clube está perdendo 130 mil libras por mês. Pelo andar da carruagem, o clube não tem mais salvação.

O Hartlepool United só venceu um dos últimos 15 jogos e está na 18ª posição na tabela com 34 pontos, sete a mais que o Solihull Moors, primeiro time dentro da zona do rebaixamento. Porém, muito provavelmente o time irá sofrer uma punição e irá perder pontos na tabela por causa da situação financeira do clube.

Scott Quigley marcou na sua estreia os dois gols da vitória sobre o Hartlepool United

SURPRESA

Pela 28ª rodada da Championship, o Nottingham Forest visitou o líder Wolverhampton fora de casa. O Forest só havia vencido um dos últimos nove jogos na competição, enquanto o Wolverhampton não perdia há 13 partidas. Dentro de campo, os Wolves tiveram grande domínio na posse de bola, mas quem saiu com a vitória foi o Nottingham Forest: com gols de Kieran Dowell e Ben Osborn, ambos pouco antes do intervalo, o Forest bateu os líderes pelo placar de 2-0. Essa foi a 9ª partida consecutiva que o atacante brasileiro Léo Bonatini não marca um gol pelo Wolverhampton.

Com a vitória, o Forest fica na 14ª colocação na tabela, longe da zona do rebaixamento e também da zona dos playoffs. Já o Wolverhampton segue na liderança, porém viu a sua distância para o segundo colocado Derby County diminuir para 9 pontos.

CONFRONTO LÁ EMBAIXO

Ainda na Championship, o Sunderland recebeu o Hull City no Stadium of Light no último sábado. Ambos os clubes foram rebaixados da Premier League na temporada passada e têm passado por muitos apuros nessa temporada. Dentro de campo, o Sunderland venceu por 1-0 com gol do jovem Joel Asoro, de apenas 18 anos.

Esse resultado deixou a luta contra o rebaixamento totalmente embolada: Burton e Bimingham estão na lanterna e na 23ª colocação, respectivamente, com 24 pontos. O Sunderland fica na 22ª posição com 25 pontos e o Hull City é o primeiro time fora da zona de rebaixamento com os mesmos 25 pontos. Bolton e Barnsley vêm logo acima com 26 e 27 pontos. A briga no resto da temporada promete.

LÍDER ISOLADO

Pela 29ª rodada da League One, a terceira divisão inglesa, Plymouth Argyle e Wigan Athletic se enfrentaram em frente a um grande público de 11 mil pessoas no Home Park, estádio do Plymouth Argyle. Esse jogo colocou em frente o recém-promovido Plymouth Argyle, que estava na lanterna da competição nove rodadas atrás, mas só perdeu uma partida desde então e subiu para a para a 15ª colocação, e o Wigan Athletic, líder isolado do campeonato.

O time da casa saiu na frente aos 27 minutos da primeira etapa com um gol de pênalti de Graham Carey, que tem quatro gols e três assistências nessa boa sequência de nove jogos do Plymouth. Porém o Wigan virou a partida ainda no primeiro tempo, com gols de Will Grigg e Gavin Massey. O zagueiro Dan Burn aumentou a vantagem para 3-1 no segundo tempo, fechando a vitória dos Latics. Outro que se destacou foi Max Power, que deu a assistência para os dois últimos gols do Wigan na partida.

Com a vitória, o Wigan se isolou ainda mais na liderança da League One, ficando 5 pontos acima do Blackburn e do Shrewsbury, segundo e terceiro colocados.

O Wigan Athletic segue mais líder do que nunca

A MISSÃO IMPOSSÍVEL

Um dos piores times da Inglaterra nessa temporada parece estar começando a sua missão impossível. O Whitehawk, que disputa a National League South, uma das ligas da 6ª divisão inglesa, só havia conseguido uma mísera vitória em 23 partidas, conquistando apenas 4 pontos até então. Porém muita coisa mudou nas últimas quatro rodadas, pois o time conseguiu três vitórias e um empate, chegando aos 14 pontos na competição. Mesmo assim, a tarefa de escapar do rebaixamento ainda é extremamente difícil, pois estão 12 pontos atrás do Gloucester City, primeiro time fora da zona, tendo disputado dois jogos a mais.

O clube conta com um brasileiro no elenco. O meia Lucas Rodrigues, de 19 anos, nasceu em Brasília mas nunca jogou por algum clube brasileiro. Começou nas categorias de base do Whitehawk e teve um empréstimo ao Burgess Hill Town.

CLÁSSICO NA COPA

O sorteio da quarta fase da Copa da Escócia colocou os rivais da capital Edimburgo, Hearts e Hibernian, frente a frente. Esse é um clássicos mais antigos do mundo, sendo disputado pela primeira vez no natal do ano de 1875. O clássico foi disputado no Tynecastle Stadium, casa do Hearts, e foi extremamente equilibrado, com os times tendo praticamente a mesma posse de bola e número de finalizações. A partida foi decidida somente no finalzinho, aos 42 minutos do segundo tempo, com um gol do meia Don Cowie para o Hearts, que quase não cruzou totalmente a linha. Curioso, pois na última partida entre os rivais, disputada no mesmo Tynecastle Stadium, o Hibernian teria vencido por 1-0 com um gol que também cruzou a linha por pouco, porém o gol não foi validado. Com a vitória, o Hearts chegou à vitória de número 281 no clássico, enquanto os rivais Hibernian venceram 203.

JUIZ HABILIDOSO

Ainda na Escócia, veja só esse passe de letra que o árbitro John Beaton deu sem querer na vitória do Celtic fora de casa sobre o Partick Thistle fora de casa:

MÁ SORTE NA ESTREIA

Seguindo na Escócia, o zagueiro Harry Souttar do Ross County, recém-emprestado pelo Stoke City, marcou esse belo gol de cabeça fora de casa contra o Motherwell. Pena que foi contra:

GRANDE VITÓRIA

Pela quinta divisão inglesa, o AFC Fylde recebeu o líder Macclesfield Town pela 30ª rodada da competição. O time da casa tinha um dos melhores ataques do campeonato, enquando o Macclesfield possuía uma das melhores defesas. E quem se deu melhor foi o ataque: o AFC Fylde esmagou os líderes pelo placar de 6-0 com gols de Montrose, Muldoon, Johnny Smith, Andrew Bond e dois de Sam Finley. O gol de Jack Muldoon foi um golaço, veja abaixo.

Com a vitória, o AFC Fylde pula para a 6ª colocação na tabela, dentro da zona dos playoffs com 48 pontos. Já o Macclesfield continua na liderança, com 55 pontos conquistados.

FIQUE FRIO

Semana passada mostramos a comemoração engraçada do atacante Reece Styche do Darlington, da 6ª divisão inglesa. Dessa vez não foi diferente: após marcar o primeiro gol do empate em 2-2 co o Chorley, o atacante se jogou no monte de neve na beira do gramado junto com os seus companheiros e fez um anjo na neve. Reece Styche já pediu sugestões para as próximas comemorações, quem sabe ele irá aparecer aqui de novo!

TORCIDA DA SEMANA

Novamente a torcida do Lincoln City se destaca aqui na série. Dessa vez, 1,881 torcedores foram até lOndres e acompanharam o empate em 1-1 com o Barnet. Detalhe: haviam mais torcedores do Lincoln do que do Barnet (1,280) no estádio.

GOLAÇO DA SEMANA

O gol mais bonito da última semana foi marcado pelo atacante Maxime Biamou do Conventry City na vitória em casa por 3-1 sobre o Swindon Town, confira:

TIME DA SEMANA

Time dos melhores jogadores da rodada da EFL (2ª, 3ª e 4ª divisões).

JOGADOR DA SEMANA

Steve Morrison, atacante veterano de 34 anos, deu assistência para três dos quatro gols do Millwall na vitória fora de casa por 4-3 sobre o Leeds. O melhor jogador da semana!

Postado por Eduardo Werner De São José dos Pinhais - PR, tenho 18 anos e estudo Relações Internacionais. Sou fã do futebol inglês e escocês, torço para Atlético Paranaense, Manchester United, Celtic e South Shields, da 7ª divisão inglesa