Para inglês ver #22 – Clima natalino, Boxing Day e muitos golaços na Inglaterra
27 de dezembro de 2017
Categoria: Para inglês ver

 

Na última semana tivemos o grande jogo entre Arsenal e Liverpool na Premier League e a quebra de recordes do atacante Harry Kane do Tottenham. Mas também rolou muita coisa nos gramados das divisões inferiores espalhados pela Inglaterra. Teve atacante conhecido fazendo hat-trick em goleada, ex-técnico da Premier Legaue indo para a Championship, clássico alternativo em Manchester e muitos golaços. Confira!

NOVOS VICE-LÍDERES

O Wolverhampton continua na liderança da Championship com larga vantagem para os seus concorrentes, mas a vice-liderança saiu das mãos do Cardiff City: o seu rival Bristol City assumiu a segunda colocação da tabela após os resultados das duas últimas rodadas. O Cardiff perdeu as duas partidas, a primeira fora de casa para o Bolton (que está na zona do rebaixamento) por 2-0 e a segunda em casa para o Fulham por 4-2. O Bristol City, por outro lado, empatou com o QPR fora de casa por 1-1 e ganhou do Reading em casa por 2-0. Com esses resultados, o Bristol City chegou aos 47 pontos, o mesmo tanto que o Cardiff City, mas tem dois gols de saldo a mais do que os rivais do País de Gales.

O Bristol City vem jogando muito bem nessa temporada. Além de eliminar o Manchester United da Copa da Liga nessa semana (falaremos mais sobre a partida nessa edição do Para Inglês Ver), os Robins têm o segundo melhor ataque e o terceiro melhor saldo de gols da Championship. Na última vitória, sobre o Reading, Jamie Paterson marcou esse golaço para o Bristol City após uma bela jogada trabalhada pelo ataque da equipe.

♫ ”WILL GRIGG’S ON FIRE…” ♪

No último sábado o Wigan Athletic, líder da terceira divisão inglesa, massacrou o Oxford United, do lateral brasileiro Ricardinho, fora de casa por SETE A ZERO! Foram dois gols de Max Power, um gol e uma assistência para Nick Powell e um gol e duas assistências para Gavin Massey. Porém a atuação mais dominante dessa partida foi a do norte-irlandês Will Grigg, que marcou três gol e deu uma assistência. Com esse hat-trick, Will Grigg chega a 10 gols na temporada, sendo que 7 foram nos últimos 6 jogos. On fire!

Essa foi a maior vitória da história do Wigan por uma partida na liga.

NOVO TÉCNICO

Apesar da vitória fora de casa por 2-1 em cima do Sheffield Wednesday no último sábado, o Middlesbrough demitiu o técnico Garry Monk. O Boro vem fazendo uma boa campanha e está perto da zona dos playoffs, então a notícia da demissão pegou todo mundo de surpresa na hora. Acontece que, pouco tempo depois, surgiu a informação de que Garry Monk teria pedido, na última quinta-feira, para adiar a coletiva de imprensa por assuntos familiares, quando na verdade viajou para o País de Gales para acertar a sua ida para o Swansea. O presidente Steve Gibson não gostou nada disso e acusou o técnico de violar o seu contrato, que tinha uma cláusula de fidelidade, e também ameaçou entrar na justiça contra o Swansea. Garry Monk então aceitou abrir mão da sua compensação financeira e o seu contrato foi terminado por acordo comum entre ele e o Middlesbrough.

E já nessa terça-feira o Boro confirmou o seu substituto: Tony Pulis, treinador ex-Stoke City, Crystal Palace e West Brom, será o novo treinador da equipe.

ALÍVIO!

O recém promovido Plymouth Argyle estava em apuros na League One, a terceira divisão inglesa. Quatro rodadas atrás os Pilgrims estavam na lanterna da competição, com apenas 17 pontos conquistados em 20 partidas. Mas a situação mudou: foram três vitórias e um empate nas últimas quatro rodadas. O time vem de duas vitórias consecutivas, uma dentro de casa em cima do Oldham Athletic por 4-1 e outra fora de casa em cima do MK Dons por 1-0.

Na vitória em cima do Oldham, o meia Graham Carey deu uma assistência e ainda fez esse belo gol de cobertura, confira:

JOGO LOUCO

Matlock Town e Buxton FC, times rivais separados por apenas 25km de distância, se enfrentaram em jogo maluco pela 7ª divisão inglesa. O atacante Lian Hardy abriu o placar para o Buxton, que era o time visitante, logo aos 12 minutos de jogo e ampliou a vantagem para 2-0 aos 26 do primeiro tempo. Aos 23 do segundo tempo o árbitro marcou um pênalti controverso para o Matlock Town, que acabou gerando 9 minutos de tumulto no gramado. Após a confusão, o meia Michael Williams do Matlock foi expulso e o goleiro Jan Budtz do Buxton também. Como o time visitante não tinha nenhum goleiro no banco de reservas, o zagueiro Joe Maguire teve que ir pro gol, mas não fez um bom trabalho. O pênalti foi facilmente convetido pelo atacante Shaun Harrad, que diminuiu a vantagem do Buxton para 2-1. Poucos minutos depois o atacante Lian Hardy foi derrubado na grande área e o Buxton ganhou um pênalti, convertido pelo próprio Hardy, que completou o seu hat-trick. Aos 45 do segundo tempo Shaun Harrad marcou o seu segundo gol na partida e descontou para o Matlock, novamente ajudado pelo ”goleiro” Joe Maguire. Mas ainda tinha espaço para mais uma falha: aos 47 do segundo tempo, Joe Maguire não conseguiu afastar a bola levantada na pequena área, que acabou sobrando para Adam Yates marcar o gol do empate no úlimo lance da partida. Matlock Town 3-3 Buxton FC. No vídeo, os três gols do Matlock Town.

Apesar do empate com gosto de derrota, o Buxton pelo menos teve algo de bom na partida, que foi a atuação de seu atacante Lian Hardy. Ele chegou ao 20ª gol nessa temporada, sendo que 15 desses foram fora de casa. Ele é o artilheiro da liga.

PRIMEIRO EMPATE

O Nottingham Forest chegou na última rodada do primeiro turno da Championship com uma marca curiosa: não havia empatado nenhum dos 22 jogos que tinha disputado. Tinha conquistado 10 vitórias e perdido 12 partidas. Porém, na última rodada do primeiro turno, finalmente empatou um jogo. Foi contra o Preston North End fora de casa por 1-1. Ben Brereton abriu o placar para o Forest mas Paul Huntington empatou para o Preston 15 minutos antes do fim da partida.

O Forest está na 13ª colcoação com 31 pontos, dez atrás do Sheffield United, o primeiro time dentro da zona dos playoffs. A situação do Preston North End é melhor: está na 9ª colocação com 37 pontos, quatro atrás do Sheffield United.

SÓ VALE GOLAÇO

O Notts County, vice-líder da quarta divisão inglesa, recebeu o Cambridge United no último sábado no Meadow Lane Stadium. E tudo estava dando errado: o Cambridge abriu 3-0 no placar com três belos gols, um de Uche Ikpeazu ainda no primeiro tempo e dois de Jevani Brown na segunda etapa.

O Notts County diminuiu aos 30 minutos do segundo tempo com um gol de cabeça de Lewis Alessandra e Shaun Brisley reagiu com um gol de cobertura aos 42 minutos. Aí o time da casa foi com tudo para buscar o empate: e conseguiu, com um gol de bicicleta (ou puxeta) de Jonathan Forte. Fim de jogo: Notts County 3-3 Cambridge United.

GRANDES ATAQUES

Na rodada seguinte, o Notts County visitou o Morecambe e venceu por 4-1 com uma grande atuação de seu ataque. O meia Jorge Grant, emprestado pelo rival Nottingham Forest, marcou dois gols na partida e o atacante Lewis Alessandra marcou mais dois e ainda deu uma assistência. O Morecambe só foi marcar o seu gol de honra aos 44 do segundo tempo. O Morecambe tem uma história curiosa nesses últimos anos: em 2016 um empresário brasileiro chamado Diego Lemos comprou 80% do clube por cerca de 10 milhões de reais, mas nunca mais apareceu por lá. Ele também nunca apareceu nas sessões da corte de justiça e em maio desse ano a justiça inglesa determinou que Graham Burnard é o novo dono do clube. Essa é uma boa matéria da ESPN sobre o caso.

O Notts County tem o segundo melhor ataque da League Two, com 43 gols marcados em 24 jogos e Jorge Grant é o vice-artilheiro da competição, com 13 gols marcados. Somente um time é melhor do que o Notts County atualmente: o Luton Town.

No mesmo dia, o Luton visitou o Swindon Town e aplicou uma grande goleada por 5-0. Foram gols de Jamie Collins, Danny Hylton, Harry Cornick, Elliott Lee e o meia Matthew Taylor do Swindon marcou um gol contra. O Luton Town está na liderança, 4 pontos na frente do Notts County, tendo o melhor ataque da competição com 58 gols marcados em 24 jogos também tendo o artilheiro da competição, o atacante Danny Hylton com 14 gols marcados.

Jogadores do Luton Town comemorando a goleada em cima do Swindon Town

CHUTAÇO

O Coventry City venceu o Wycombe Wanderers na última sexta-feira por 3-2 e o primeiro gol da partida foi esse golaço marcado por Michael Doyle. Ele viu o goleiro Scott Brown do Wycombe adiantado e arrumou um chute de muito longe quando ninguém esperava. Incrível a precisão da batida.

A BESTA

Na rodade seguinte o Wycombe se recuperou e bateu o Newport County dentro de casa por 2-0. O segundo gol da partida foi nesse belo chute de Adebayo Akinfenwa, a ”besta” de 102kg, com direito a dancinha na comemoração.

Com a vitória, o Wycombe subiu para a 4ª colocação na tabela e está na zona dos playoffs com 40 pontos conquistados, o mesmo tanto que o Lincoln City, o primeiro time dentro da zona dos times que sobem diretamente para a 3ª divisão.

CHOVE CHUVA, CHOVE SEM PARAR…

A partida entre Exeter City e Forest Green Rovers nessa terça-feira foi interrompida ainda no primeiro tempo por causa do campo alagado. Chovia muito na hora da partida e já era possível de se notar no começo do primeiro tempo que o sistema de drenagem do gramado não iria dar conta.

CLÁSSICO EM MANCHESTER

Rolou nesse Boxing Day um confronto muito interessante na 6ª divisão inglesa. Apesar de terem ideologias totalmente contrárias, FC United of Manchester e Salford City têm algo muito importante em comum: a sua relação com o Manchester United.

O FC United foi fundado em 2005 por torcedores do Manchester United que estavam descontentes com a venda do clube para a família Glazer e também pelo grande papel que o dinheiro estava tendo no futebol. Resolveram criar um clube que era comandado pela comunidade e para a comunidade. Torcedores podem comprar o bilhete da temporada pelo preço que puderem pagar (a partir de um valor mínimo) e o clube funciona basicamente através de doações dos torcedores e todos os jogadores são semi-profissionais.

O Salford City, por outro lado, foi comprado em 2014 por cinco ex-jogadores do Manchester United: Ryan Giggs, Gary Neville, Phil Neville, Paul Scholes e Nicky Butt dividem 50% das ações do clube. Todos os jogadores do clube são profissionais e em outubro desse ano Sir Alex Ferguson inaugurou o Peninsula Stadium, que foi reformado e expandido em obras que custaram 5 milhões de libras.

Agora vamos para o futebol: o Salford City estava na liderança da National League North mesmo vindo de uma derrota por 3-0 em casa para o Chorley. O FC United, por outro lado, estava na 14ª colocação da tabela e tinha perdido apenas uma das últimas sete partidas. O Salford City saiu na frente logo aos 6 minutos da primeira etapa com um gol do atacante Richie Allen. Connor McCarthy empatou para o FCUM aos 29 minutos, mas Lois Maynard colocou o Salford na frente do placar novamente dois minutos depois. O placar continuou o mesmo até os 29 da segunda etapa, quando Zac Corbett empatou para o FC United e Tommy Greaves, técnico/jogador e maior artilheiro da história do FC United of Manchester, fez o gol da virada aos 36 do segundo tempo para o delírio dos mais de 3,000 torcedores que foram até o Broadhurst Park.

Desde que Tommy Greaves assumiu o comando da equipe, em novembro desse ano, viradas e empates heroicos estão sendo comuns no FC United. Foram viradas contra Telford, Alfrenton, Harrogate e Salford e empates contra Brackley e Spennymoor, esse último que foi na rodada passada fora de casa, quando estavam perdendo por 4-1 e empataram a partida em 4-4. Tudo isso em menos de 2 meses!

Com a vitória, o FC United vai para 28 pontos conquistados em 23 jogos e fica na 13ª colcoação. Já o Salford City perde a sua segunda partida seguida, mas continua na liderança com 50 pontos, seis a mais do que Harrogate Town e Brackley Town, que o seguem de perto.

NATAL PARA QUEM MAIS PRECISA

No dia 25 de dezembro o FC United abriu as portas de seu estádio e ofereceu um banho, artigos de higiene, roupas novas, médicos, dentistas, cabeleireiros e um grande jantar de natal para todos os sem-teto da região. Esse já é o segundo natal consecutivo que o clube abre as portas de seu estádio e oferece ajuda voluntária para aqules que mais precisam.

WEMBLEY

Um pequeno clube da 9ª divisão inglesa está enfrentando muitas dificuldades na justiça contra a FA, a federação de futebol inglesa. É o Wembley FC, time que leva o nome do bairro de Wembley e que joga no Vale Farm, pequeno estádio localizado a apenas 2km de distância do grande Wembley Stadium. Em 2002 o clube registrou o seu escudo para que ele possa ser usado nas camisas e em outros produtos. A FA entrou com uma ação na época mas perdeu, e não tem a permissão de vender alguns produtos com o logo do estádio ao redor da Europa. Nesse ano a FA entrou novamente com uma ação no Instituto de Harmonização do Mercado Interno da União Europeia para que o clube seja impedido de utilizar o seu escudo, e ganhou. Segundo a União Europeia, o logo do clube pode ser ”facilmente” confundido com o logo do estádio e causar confusão para torcedores e turistas que forem visitar o estádio de Wembley

Segundo o presidente do Wembley FC, Brian Gumm, o clube e o estádio de Wembley estão lado a lado há mais de 70 anos, e nunca houve nenhuma confusão. Caso a FA realmente ganhe a ação e o pequeno clube tenha que mudar o seu escudo, o clube iria a falência. Brian Gumm afirma que o clube não tem dinheiro para apelar contra a decisão, e que custaria uma fortuna para mudar o escudo ao redor do estádio, dos uniformes e de todos os produtos do clube.

Um abaixo-assinado online já chegou na meta de 25 mil assinaturas em menos de uma semana.

JOE THOMPSON

Joe Thompson, meia do Rochdale, foi diagnosticado com um tipo raro de câncer, o Linfoma de Hodgkin, em outubro de 2013. Ele foi curado em junho de 2014 após seis meses de quimioterapia, porém o câncer voltou em março desse ano. Ele se recuperou novamente e jogou o seu primeiro jogo com a camisa do Rochdale após 8 meses parado no último sábado. Ele saiu do banco e jogou os 18 minutos finais do empate por 1-1 com o Walsall. Um guerreiro!

NEM TODO SUPER HERÓI VESTE CAPA

O Alvechurch FC, da oitava divisão, já apareceu uma vez aqui no Para Inglês Ver por causa do belo gol marcado pelo seu atacante Daniel Dubidat. No último sábado, porém, o seu jogo em casa contra o Gresley FC nem foi disputado. Pouco antes do começo do jogo, Rick Edwards, um leal torcedor do clube, que segue o time dentro e fora de casa, sofreu um ataque cardíaco. Enquanto os médicos, a ambulância e um helicóptero dos bombeiros estavam chegando, o fisioterapeuta do clube Kevin March e um torcedor chamado Martin Bassett salvaram a vida de Rick. Martin usou o desfibrilador para manter o coração de Rick batendo, atitude que os médicos disseram ser crucial para que o torcedor fosse salvo. A notícia também tomou grandes proporções porque não é comum um clube tão pequeno ter um desfibrilador no estádio. Segundo o presidente do clube, Richard Thorndike, a FA oferece descontos para os clubes comprarem esse tipo de equipamento, que se mostrou muito importante para salvar a vida de um torcedor.

ZEBRA NA COPA

Provavelmente pela primeira vez em mais de 20 episódios da série falaremos sobre algo que todo mundo viu e já sabe o que aconteceu. No dia 20 de dezembro, o Bristol City venceu o Manchester United por 2-1 nas quartas de final da Copa da Liga. A torcida do Bristol City lotou o Ashton Gate Stadium e fez uma grande festa antes, durante e depois do jogo. Apesar de colocar duas bolas na trave, o Manchester United não jogou bem e levou pressão do time da casa no primeiro tempo. Mas o primeiro gol da partida saiu aos 6 minutos da segunda etapa, quando Joe Bryan recebeu em profundidade de Marlon Pack e fez um belo gol, acertando o ângulo do gol de Sergio Romero, mas Zlatan Ibrahimović empatou 7 minutos depois com um gol de falta. Após o empate, ambas as equipes tiveram oportunidades para ficar na frente no placar, mas parecia que a partida iria para a prorrogação. Porém, aos 48 do segundo tempo, no último minuto da partida, Korey Smith marcou o gol da vitória do Bristol City para o delírio dos quase 25 mil torcedores dos Robins que acompanharam a partida.

Agora o Bristol City enfrentará o Manchester City nas semifinais. Serão jogos de ida e volta, sendo que o primeiro será no Etihad Stadium e o segundo no Ashton Gate.

 

Uma cena muito interessante aconteceu nessa partida. Na hora do gol da vitória do Bristol City, o técnico Lee Johnson saiu correndo para celebrar o gol e acabou comemorando com o pequeno gandula da equipe. Veja:

 

 

A zebra na copa não estaria completa se não tivesse invasão de campo da torcida. Após o fim do jogo, milhares de torcedores do Bristol City invadiram o gramado para comemorar com o time. O jogador mais assediado foi Korey Smith, autor do gol da vitória.

 

TORCIDA DA SEMANA

A melhor torcida dessa semana foi a do Middlesbrough, que acendeu o Riverside Stadium em homenagem para Leo Percovich na vitória por 2-0 sobre o Bolton. Leo Percovich, ex-goleiro uruguaio que jogou por vários clube brasileiros, incluindo Atlético Mineiro e Fluminense. No dia 16 de dezembro, Leo sofre um acidente com sua esposa e seus três filhos. Sua filha mais nova de 5 anos morreu na hora. No dia 24 de dezembro foi informado que a sua outra filha, de 10 anos de idade, também faleceu. Leo trabalhou como preparador de goleiros do Middlesbrough entre 2013 e 2017. Aos gritos de ”Leo! Leo! Leo!”, ”Ele é um dos nossos, Leo Percovich, ele é um dos nossos!” e ”Nós te amamos Leo, nós amamos, oh Leo nós te amamos!”, a torcida do Middlesbrough prestou a sua homenagem.

GOLAÇO DA SEMANA

Tivemos muitos golaços nessa semana, mas o mais bonito foi marcado por Adam Reach, ponta do Sheffield Wednesday, na vitória por 3-0 fora de casa sobre o Nottingham Forest.

JOGADOR DA SEMANA

A EFL não divulgou o time da semana, mas não é surpresa de quem foi o melhor jogador da semana. Will Grigg marcou 3 gols e deu uma assistência na vitória do Wigan fora de casa sobre o Oxford United e leva o prêmio de melhor jogador dessa semana!

Postado por Eduardo Werner De São José dos Pinhais - PR, tenho 18 anos e estudo Relações Internacionais. Sou fã do futebol inglês e escocês, torço para Atlético Paranaense, Manchester United, Celtic e South Shields, da 7ª divisão inglesa