• O preocupante “feirão” cruzmaltino
    11 de janeiro de 2018
    Categoria: Futebol e Nacional

    Vital parece próximo de acerto com o Corinthians.

    Com lugar garantido na Pré-Libertadores e a saída de Eurico Miranda cada vez mais próxima, o ano de 2018 começou da melhor maneira possível para a torcida do Vasco da Gama. Aos poucos, porém, o sonho vai ganhando tons de dramaticidade, que estão deixando todo e qualquer cruzmaltino com uma (enorme) pulga atrás da orelha.

    Em outubro do ano passado, publicamos por aqui um texto elogiando a eficiência vascaína sob o comando de Zé Ricardo, onde destacamos a chegada de Anderson Martins como fator preponderante para a melhoria do sistema defensivo da equipe. Pois é, o zagueiro foi o primeiro a deixar o clube rumo ao São Paulo.

    Além de Anderson Martins, o lateral direito Madson está cada vez mais próximo de acertar com o Grêmio – Rafael Galhardo, inclusive, chega para ser seu substituto. Para piorar a situação, o mais recente rumor dá conta de que o jovem Mateus Vital pode estar de malas prontas para rumar ao Corinthians – a informação é de Lucas Pedrosa, setorista do clube pelo canal Esporte Interativo, e confirmado pelo GloboEsporte.com.

    Jogadores “Vitais” (perdoem o trocadilho) na campanha do Vasco em 2017 estão deixando o clube mesmo tendo a chance de disputar uma Libertadores. Mas o que essas três (possíveis) saídas têm em comum? Carlos Leite. Amigo de Eurico Miranda, o empresário está presente nos bastidores do clube há muitos anos, sempre tendo alguns de seus agenciados atuando pela equipe, incluindo promessas da base.

    Agenciado por Carlos Leite, Anderson Martins já foi apresentado no São Paulo.

    A situação política do Vasco não é das melhores, tendo em vista todos os acontecimentos envolvendo as eleições para presidente. Com a iminente derrota de Eurico, a tendência é que Carlos Leite tire seus jogadores da equipe carioca, fato este que foi premeditado pelo próprio empresário, que declaradamente apoia seu amigo Miranda.

    O problema é que muitos jogadores cruzmaltinos são agenciados por ele. Anderson Martins, Madson, Mateus Vital, Kelvin, Marcelo Mattos, Guilherme Costa, Bruno Paulista, Andrey, Gabriel Felix e Paulinho. Todos estes citados possuem vínculo com Carlos Leite.

    O caso mais preocupante é o de Paulinho. Jóia da base vascaína, o atacante de apenas 17 anos tem grande chance de ser vendido em breve, e provavelmente por um valor incompatível com a sua qualidade. Isso lembra algo a vocês? Exatamente, Philippe Coutinho, que foi vendido com apenas 16 anos para a Internazionale a preço de banana no final da gestão Eurico Miranda em 2008, e que recentemente se tornou um dos jogadores mais caros da história do futebol.

    O Vasco estreia na Pré-Libertadores no final do mês e a instabilidade paira no clube. Em meio a toda essa indecisão, resta ao torcedor vascaíno torcer para que a situação política se resolva o mais rápido possível, para que o planejamento de 2018 não seja afetado. A certeza de momento é que o time que começa o ano, por enquanto, é pior do que aquele que deu orgulho na reta final da última temporada. De positivo fica o gosto cada vez mais real de que Eurico está se despedindo de São Januário.

    Postado por Pedro Amadeu 20 anos, estudante de engenharia, apaixonado por futebol. Nas horas vagas, pesquisa e escreve sobre futebol, contribuindo para o Blog 4-3-3.