MODÃO CAIPIRA #06 – O bicampeão paulista
25 de julho de 2015
Categoria: 4-3-3 e Modão Caipira
Hoje nosso assunto é o Ituano, time que ganhou 2 titulos
paulistas no século XXI. Isso mesmo, o time de Itu conseguiu esse feito, ao
vencer os campeonatos de 2002 e 2014. Vamos à história:
Começaremos por 2002, quando o Galo de Itu foi campeão pela
primeira vez. Aquele campeonato foi bem atípico, pois não contou com os
principais times do estado, que estavam jogando o torneio Rio-São Paulo.
O campeonato foi disputado em pontos corridos, com 12 times
disputando em turno e returno. Muitos times tradicionais estavam presentes
naquele campeonato, como União São João, Rio Branco de Americana, Inter de
Limeira e América de Rio Preto.
E foi contra o América, em São José do Rio Preto, na última
rodada da competição, que o Ituano confirmou o título, vencendo por 1×0 com gol
de Silvinho.
O time titular que deu o primeiro título ao rubro-negro de
Itu foi o seguinte: André Luiz; Giuliano, Vinicius, Erivelton e Lucio;
Everaldo, Richarlyson (André Bocão), Élson e Tita (Silvinho); Basílio e
Fernando Gaúcho (Lelo). Técnico: Ademir Fonseca.
Sim, o Ituano era campeão paulista pela primeira vez. MAS,
ficou aquela sensação de que poderia ter sido melhor, já que foi um campeonato
sem a presença dos grandes clubes.
(Neste mesmo ano, teve a disputa do supercampeonato
Paulista, envolvendo o campeão paulista, Ituano e os três da capital. Na
semifinal, o Ituano passou pelo Corinthians. Na decisão, perdeu para o São
Paulo. Se tivesse conquistado o título, seria ainda mais glorioso o ano para o
time do interior.)

E essa sensação deixou de existir no ano de 2014, quando o
Galo conseguiu repetir o título, mas agora com um Campeonato Paulista sem
nenhum asterisco, com a presença de todos os clubes grandes.
O clube é gerido por Juninho Paulista, campeão do mundo em
2002 e que foi revelado pelo Ituano, e passou sufoco nos anos anteriores. Em
2012 e 2013 foi 14º (2 pontos da zona de rebaixamento nos dois anos), e em 2011
havia ficado em 16º com o mesmo número de pontos da zona de descenso. Nos três
anos, o Galo se salvou na última rodada. Porém, em 2014 o presidente do clube
acertou no planejamento e levou o Galo novamente ao título sob o comando do
técnico Doriva.
O torneio de 2014 foi disputado com uma primeira fase de
pontos corridos, e depois mata-mata a partir das quartas de final. Na primeira
fase foram formados 4 grupos de 5 equipes, e cada equipe enfrentava os 15 times
que não faziam parte do seu grupo. O Ituano se classificou em segundo no grupo
B, atrás do Botafogo-SP, deixando o Corinthians de fora da segunda fase.
Depois disso, o Galo eliminou Botafogo-SP e Palmeiras antes
de chegar na final contra o Santos. Venceu o primeiro jogo por 1×0 e perdeu o
segundo pelo mesmo placar, e assim a decisão foi para os pênaltis. O goleiro
Vagner defendeu a cobrança de Neto e confirmou o título da equipe do interior.
A equipe da final foi a seguinte: Vagner, Dick, Alemão,
Anderson Salles e Dener Assunção; Josa, Paulinho (Marcinho), Jackson Caucaia e
Cristian (Marcelinho); Esquerdinha e Rafael Silva (Jean Carlos). Técnico:
Doriva.
Em 2015 o Ituano não repetiu a boa campanha, e acabou caindo
na primeira fase, terminando em 4º no Grupo A, e com a 12ª campanha no geral.
Mas na Copa do Brasil o Galo vem fazendo bonito e já está nas oitavas de final,
depois de passar por Joinville, Portuguesa e Goiás, e é o único representante
do interior paulista nessa fase da competição.
O Ituano dos últimos anos é a prova de que planejamento dá
resultado, e esperamos que consiga voos ainda mais altos nos próximos anos.
Parabéns ao único bicampeão paulista do interior! 
Postado por Leonardo Tudela Del Mastre Natural de Sorocaba-SP, amante do futebol do interior paulista e torcedor de São Bento e Corinthians. Além do amor pelo interior, viciado no futebol como um todo. Formado em Processos Gerenciais pelo IFRS.