MODÃO CAIPIRA #04 – De volta à elite
16 de julho de 2015
Categoria: 4-3-3 e Modão Caipira

O ano de 2015 marcou a conquista do acesso tão esperado pelos torcedores da Ferroviária para a Série A1 do futebol paulista. Após o rebaixamento do clube em 1996, o time de Araraquara rodou por todas as divisões inferiores do Campeonato Paulista, passando por graves crises financeiras. 

Em 2003, a AFE chegou ao fundo do poço, chegando ao ponto de quase se licenciar por conta de dívidas. Mas com o apoio do prefeito de Araraquara da época (Edinho Silva), conseguiu se reerguer aos poucos, ao se tornar uma S/A, e isso tornou o time num “Clube-Empresa”. Desde então, sempre com o apoio da prefeitura o time afeano conseguiu se reestruturar aos poucos. Em 2004, foi acertada uma parceria com o Atlético Paranaense, onde eles emprestavam jogadores não utilizados, e levavam os destaques da base Afeana. Isso ajudou muito a equipe no acesso desse ano. 

No campeonato deste ano a Ferrinha, comandada por Milton Mendes (atual técnico do Furacão) conseguiu o acesso e ainda por cima foi campeã da Série A2 do Campeonato Paulista. Com apenas 3 derrotas em 19 jogos, a AFE fez 44 pontos, numa campanha indiscutível, e enfim conseguirá disputar o Paulistão novamente. 

A Arena da Fonte Luminosa é outro ponto importante a ser comentado, já que ficou bem conhecida nos últimos anos ao ser usada por grandes da capital quando estes tem que cumprir punição de perdas de mando de campo. Foi inaugurada em 2009, após um ano e meio de reformas na antiga e charmosa Fonte Luminosa, e é considerado o mais moderno estádio do interior de São Paulo. Pra quem conhece o futebol paulista, sabe que enfrentar a Ferroviária em Araraquara nunca foi fácil pra nenhum time.

Fumagalli (ídolo do Guarani) e Leandro Donizete (campeão da Libertadores com o Atlético MG) começaram a carreira na Ferroviária. Outros dois que se destacaram por lá nos últimos anos foram Grafite e Renato Cajá. O time tem como seu maior ídolo, o meia Bazani, que jogou nas décadas de 50 e 60 com a camisa grená. 

O time base que fez história em Araraquara neste ano foi o seguinte: Rodolfo; Roberto, Luan, Alcides (Neguete/Patrick) e Paulo Henrique; Milton Jr., Jairo (Renato Xavier), Alan Mineiro e Danilo Sacramento; Tiago Adan e Elder Santana. Técnico: Milton Mendes. 

De acordo com a diretoria, está sendo sondado um técnico europeu para a disputa do Paulistão 2016, mas não foram divulgados nomes, pelo fato de que o técnico será anunciado apenas em Outubro, já que o clube optou por não disputar a Copa Paulista desse ano, focando a preparação para a volta à elite e a disputa da Copa do Brasil de 2016. 

Ficamos na torcida para que a Ferroviária faça um grande ano de 2016, assim como foi o ano de 2015, e consiga se manter na elite do Paulistão por muitos anos, sempre buscando vôos mais altos. Vamos, AFE!

Postado por Andrew Sousa Formando-se em Jornalismo justamente pela paixão pelo esporte, sente enorme prazer em poder escrever sobre o que ama. Apaixonado por um bom domínio e alguns jogadores ruins, vive o futebol desde o primeiro dos seus vinte anos.