Catarinense – Chapecoense
27 de janeiro de 2013
Categoria: 4-3-3

Recomeço e superação. Essas são as palavras que marcam as
metas da Chapecoense para o ano de 2017. Após um 2016 que caminhava de maneira
maravilhosa, com a conquista do 5º título estadual, uma campanha sólida no
campeonato brasileiro e a vaga na final da Copa Sul-Americana, a delegação de
heróis da Chapecoense, que haviam conquistado a torcida e simpatia de todo o
país, sofre um trágico acidente de avião, que tirou a vida de 71 passageiros,
inclusive a grande maioria do elenco do Verdão do Oeste.

Após receber da Conmebol o título de campeã da
Sul-Americana, a Chape recebeu também, automaticamente, a vaga na Copa Suruga
Bank, na Recopa Sul-Americana e na Libertadores da América em 2017. Sendo essa
última a principal competição da equipe para a temporada e sua primeira
participação no torneio, pelo menos inicialmente a Chape terá o desafio de
conciliar a disputa da Libertadores com o estadual, onde o Verdão terá a
oportunidade de pela primeira vez em sua história vencer o campeonato
catarinense por 2 anos seguidos.
Jogadores e torcedores da Chape comemoram juntos o título estadual de 2016 (Foto: Laion Espíndula)
Tendo que reformular o elenco após a tragédia, a
Chapecoense recebeu votos de solidariedade de clubes e jogadores do mundo
inteiro. Clubes que ofereceram seus atletas, jogadores e treinadores que dispuseram
seus serviços à Chape, compensações financeiras oferecidas para a montagem do
elenco e até uma imunidade ao rebaixamento por parte da CBF. Mas, mostrando
mais uma vez o motivo de ter como principais símbolos a força, garra e a
capacidade de superação, a Chapecoense recusou maiores privilégios para
reiniciar sua caminhada.
Com mais de 20 jogadores já contratados e sob o comando
técnico de Vágner Mancini, o Furacão do Oeste terá, em 2017, 7 competições a
serem disputadas. São elas: Campeonato Catarinense, Copa do Brasil, Campeonato
Brasileiro, Recopa Sul-Americana, Primeira Liga, Copa Libertadores e Copa
Suruga Bank.

Para encarar os desafios da temporada e conseguir um
recomeço que atinja o nível de resultados que vinha tendo até o fim de 2016, o
time base da Chape é: Artur Moraes; João Pedro, Fabricio Bruno, Douglas Grolli
e Reinaldo; Amaral, Andrei Girotto e Nenén; Rossi, Wellington Paulista e
Niltinho. 
Postado por Lucas Araujo