A emocionante carta de Kasper Schmeichel ao dono do Leicester, morto neste final de semana
29 de outubro de 2018
Categoria: Futebol e Internacional

 

O fim de semana foi de luto no futebol. No sábado, o helicóptero que levava o dono e presidente do Leicester City, Vichai Srivaddhanaprabha, acabou caindo no estacionamento do clube pouco após o embate contra o West Ham. Apenas no domingo o tailandês teve sua morte confirmada, assim como outras quatro pessoas.

Dono do grupo King Power, Vichai comprou o clube inglês em 2010 e foi um dos maiores responsáveis pelo conto de fadas vivido pelo clube em 2015/2016, quando Vardy e cia conquistaram a histórica Premier League. A prova de sua importância são as inúmeras manifestações de quem fez parte da conquista, em especial de Kasper Schmeichel. O goleiro era muito próximo do presidente e deixou claro em carta publicada neste domingo. De acordo com a mídia inglesa, o goleiro ficou no estádio do Leicester por horas após o ocorrido, consolando familiares, amigos e companheiros de clube.

Traduzimos o emocionante texto publicado pelo jogador e trazemos na íntegra. Confira:

“Eu não acredito que isso possa estar acontecendo. Estou devastado e de coração partido. Não posso acreditar no que vi na noite passada, não pode ser real!

É difícil descrever em palavras o tamanho da importância do senhor para esse clube e toda a cidade de Leicester. Sabemos de todo investimento feito pelo senhor e sua família. Mas é tudo muito maior que isso. Mais do que com o clube, o senhor se importava com a comunidade inteira. Suas doações infinitas aos hospitais e projetos de caridade jamais serão esquecidos. Você foi impecável em todos os aspectos.

Nunca conheci um homem igual você. Tão dedicado, trabalhador, apaixonado pelo que faz, cheio de ternura e generosidade. Você tinha tempo pra tudo e todos. Não importava quem fosse, você sempre recebia e tratava muito bem. Sempre te admirei como líder, como pai, como homem.

O senhor mudou o futebol. Pra sempre! Provou para todo o mundo que o impossível é sim, possível. Poucas pessoas no planeta conseguiram isso. Quando me contratou de volta em 2011, me prometeu que estaríamos na Liga dos Campeões em seis anos. Que iriamos fazer grandes coisas. Você me fez acreditar que nada é impossível.

Sem o senhor e sua família, nada disso que construimos juntos seria real. Você criou experiências que eu só imaginava no mundo da fantasia. O senhor literalmente tornou meu sonho realidade.

O que me deixa mais orgulhoso é ter sido parte de sua visão de sucesso. A cadeia que o senhor construiu. Um clube, uma cidade, uma família. Isso tudo por sua causa. Serei eternamente grato por isso e por todas as experiências extra-campo que passamos juntos.

Me parte o coração saber que não te verei mais no vestiário, quando eu retornava do aquecimento, onde conversávamos sobre tudo e o nada ao mesmo tempo. Que não verei mais o senhor rindo e brincando com os caras, sem seu sorriso contagiante e entusiasta, contagiando a todos ali.

Agora temos a responsabilidade como clube, jogadores e fãs: honrar sua memória. Sabendo da base sólida dessa família criada por você. Cada um dando forças ao mais próximo nesse momento horrível.

Você viu o melhor pra esse clube, queria o melhor pra nós. Não havia nada que o senhor não faria por nós. Temos que honrar o seu legado, deixando tudo no campo, como você sempre quis. Seguiremos sendo essa família construída pelo senhor.

O senhor nunca vai saber o quanto significava pra mim e minha família. Foi uma grande honra fazer parte de sua vida. Obrigado, querido chefe.”

Os amigos do Trivela fizeram um excelente texto para mostrar o tamanho de Vichai também fora das quatro linhas e do King Power Stadium. Recomendamos a leitura, basta clicar aqui.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Kasper Schmeichel (@kasperschmeichel) em

Postado por Willian Bizarro 23 anos, formado em Comunicação Social (Jornalismo) pela Universidade de Araraquara (UNIARA). Afeano, palmeirense e torcedor do Liverpool, grande amante do futebol inglês e do interior paulista.